Anvisa aprova ensaio clínico com células tronco

Publicado em 01/10/2021 - 22:26 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, aprovou nesta sexta-feira ensaio clínico com células tronco para tratamento de pacientes com pneumonia viral em decorrência da covid-19.

O estudo, patrocinado pela Associação Paranaense de Cultura da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, será um ensaio clínico de fase 1 e 2 à base de um produto de terapia celular avançada.

Serão incluídos no estudo 60 pacientes com pneumonia viral causada por Sars-CoV-2,  em situação moderada ou grave. Os pacientes precisam assinar Termo de Consentimento Livre e Esclarecido para participar do ensaio, que será realizado em centros clínicos de hospitais de Curitiba, Salvador, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

A Anvisa informa que estabeleceu estratégias e compromissos com o patrocinador para monitoramento intensivo do estudo clínico e que o ensaio foi aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa do Ministério da Saúde.

A agência explica ainda que os produtos de terapias avançadas são desenvolvidos à base de células ou genes humanos. E que não há, por enquanto, no Brasil, registro ou aprovação desses produtos para nenhuma das fases da Covid-19.

O uso desses produtos sem autorização da Anvisa pode colocar as pessoas em grave risco e configura infração sanitária e penal.

Edição: Bianca Paiva / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Esportes

Corinthians é tricampeão paulista feminino

Com a presença de mais de 30 mil torcedores, as corinthianas fecharam o ano com a tríplice coroa, uma vez que conquistaram também as taças do Brasileiro e da Libertadores.

Baixar arquivo
Geral

Migração para os EUA esvazia cidade mineira de Alpercata

Os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus, especialmente a baixa oferta de empregos, foram os principais motivos para o aumento da migração.

Baixar arquivo
Economia

Custo médio da cesta básica aumentou em nove cidades, de acordo Dieese

As cestas básicas mais caras foram encontradas em Florianópolis, São Paulo e Porto Alegre, custando entre R$ 710,53 e R$ 685,32. Já as cestas mais baratas: Aracaju Salvador e João Pessoa, com preços entre R$ 473,26 e R$ 508,91.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios é promulgada pelo Congresso Nacional

A proposta aprovada possibilita a mudança no cálculo do teto de gastos e abre um espaço de R$ 106 bilhões no Orçamento da União. Parte dos recursos deverá custear o Auxílio Brasil. 

Baixar arquivo
Saúde

Butantan vai doar 400 mil vacinas de gripe para o Rio de Janeiro

A cidade está com imunização parada há seis dias, por falta de vacinas, e teve 21 mil casos da doença diagnosticados nas últimas três semanas.

Baixar arquivo