Pesquisa aponta dinâmica de transmissão da febre amarela no Brasil

Publicado em 21/09/2023 - 08:59 Por Madson Euler- Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Pesquisadores brasileiros publicam estudo que mostra a dinâmica da transmissão do vírus da febre amarela no Brasil, nos últimos anos.

A pesquisa, coordenada por diferentes unidades da Fiocruz, rastreou o ressurgimento e a propagação do vírus da febre amarela que, nos últimos 7 anos, causou surtos da doença em vários estados, identificando, inclusive, um novo corredor de transmissão do vírus no país.  

Uma das constatações do mapeamento é que há hoje três linhagens do vírus em circulação; uma delas, antes inexistente no Brasil ,e que está associada, justamente, a esse novo corredor geográfico de transmissão que liga o Norte do país, uma região considerada endêmica devido à constante circulação do vírus - a uma área que os pesquisadores chamam de Bacia Extra-Amazônica, que inclui os estados de Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais e toda a Região Sul.  Esse é o primeiro estudo a identificar mais esse corredor de disseminação. 

Outro importante resultado da pesquisa foi a identificação de focos de transmissão em localidades com grande número de notificações de casos de febre amarela em seres humanos e baixa cobertura vacinal. Atualmente, a Febre Amarela é considerada uma doença endêmica em várias regiões do país, sendo a vacina a principal ferramenta de prevenção e controle e que é ofertada gratuitamente pelo SUS. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida. Mas para quem tomou a vacina antes de completar cinco anos é indicada uma dose de reforço, independentemente da idade que tiver. Essa medida segue as recomendações da Organização Mundial da Saúde. No site do Ministério da Saúde é possível saber onde tomar, as restrições e outras recomendações a respeito da vacina.

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada dos mosquitos infectados e não há contágio direto de pessoa a pessoa.  No Brasil existem três espécies principais de mosquitos que são vetores de transmissão do vírus, sendo um deles o Aedes Aegypti, também transmissor da chikungunya, dengue e zika.  

Últimas notícias
Saúde

Saúde óssea depende de exercícios regulares, defende médico do INTO

Além de provocar sensação de bem-estar, elevar a autoestima e trazer melhorias para as relações sociais, a prática regular de atividade física tem um papel fundamental para a saúde óssea e muscular.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores desenvolvem fármacos para tratamento de doenças crônicas

Pesquisadores brasileiros investem em pesquisa e na produção de novos fármacos, que podem ajudar no tratamento de pacientes que lutam contra doenças crônicas.

Baixar arquivo
Geral

Empresa eólica é condenada a pagar indenização a morador do RN

Empresa dona de parque eólico no interior do Rio Grande do Norte é condenada a pagar indenização de R$ 50 mil por danos morais para um morador da região de Serra de Santana, a cerca de 200 km da capital do Estado, Natal.

Baixar arquivo
Educação

Brasil ganha Mundial de Robótica em Houston, nos Estados Unidos

O primeiro lugar na categoria de 9 a 16 anos foi conquistado pela equipe Los Atômicos, de Araras (SP). A segunda colocação ficou com outra equipe do interior paulista, de Santa Cruz do Rio Pardo.

Baixar arquivo
Saúde

Aumenta o número de casos de bronquiolite no Rio de Janeiro

A bronquiolite é uma condição clínica causada pela inflamação dos bronquíolos e das vias aéreas inferiores que levam oxigênio para os pulmões.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Acampamento Terra Livre completa 20 anos e exige demarcação de terras

O foco da programação deste ano é a reafirmação da luta indígena contra a lei do marco temporal. Além disso, há uma crítica quanto à demora na demarcação de novas terras. A expectativa era que o governo demarcasse 14 áreas, nos primeiros 100 dias de gestão. Mas, em um ano e quatro meses, foram apenas dez.

Baixar arquivo