Anvisa proíbe venda de lotes de fórmula infantil Nutramigen LGG

Publicado em 13/01/2024 - 12:09 Por Ana Lúcia Caldas - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Anvisa proibiu a comercialização de alguns lotes da fórmula infantil em pó Nutramigen LGG, da marca Enfamil, fabricado pela empresa Reckitt/Mead Johnson Nutritiom dos Estados Unidos. A medida é preventiva, já que não foi identificada a exportação dos lotes aqui para o Brasil.  

De acordo com a Anvisa, a FDA, que é a agência norte-americana reguladora dos alimentos e medicamentos, emitiu comunicado relacionado ao recolhimento voluntário pela empresa, nos Estados Unidos, de lotes do produto, devido a uma possível contaminação pela bactéria Cronobacter sakazakii, que pode causar infecções e deixar o bebê doente. 

Os últimos dados divulgados pela FDA informam que esses produtos foram exportados para 20 países, entre eles, Argentina, Colômbia, Equador, México, Peru, Espanha, Reino Unido e Venezuela.  

Segundo a Anvisa, com informações fornecidas pela FDA e pela empresa fabricante, não foram identificados casos de infecções até o momento relacionados ao consumo desses lotes do produto.   

Você pode saber os lotes atingidos consultando a página gov.br/anvisa

Edição: Akemi Nitahara/ Renata Batista

Últimas notícias
Justiça

Justiça condena empresa eólica a pagar indenização para morador no RN

O morador alega "barulho constante" provocado pela rotação do aerogerador e dano estrutural no imóvel residencial.

Baixar arquivo
Saúde

Mudanças climáticas agravam riscos de trabalhadores, diz OIT

Para a Organização Internacional do Trabalho, inúmeras condições de saúde dos trabalhadores estão associadas às mudanças climáticas, incluindo câncer, doenças vasculares, respiratórias, renais e de saúde mental.

Baixar arquivo
Economia

Governo lança programa de crédito e renegociação de dívidas

Uma das ações permite que microempreendedores individuais e pequenos e médios empresários negociem as dívidas e consigam crédito para melhorar os negócios.

Baixar arquivo
Justiça

STF dá 5 dias para X se manifestar sobre descumprir ordens judiciais

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes deu um prazo de cinco dias para que os representantes da rede social X, antigo Twitter, se manifestem sobre descumprimentos de ordem judicial nos perfis de contas bloqueadas na plataforma.

Baixar arquivo
Saúde

Saúde óssea depende de exercícios regulares, defende médico do INTO

Além de provocar sensação de bem-estar, elevar a autoestima e trazer melhorias para as relações sociais, a prática regular de atividade física tem um papel fundamental para a saúde óssea e muscular.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores desenvolvem fármacos para tratamento de doenças crônicas

Pesquisadores brasileiros investem em pesquisa e na produção de novos fármacos, que podem ajudar no tratamento de pacientes que lutam contra doenças crônicas.

Baixar arquivo