Dengue: Ibaneis Rocha diz que a rede de saúde do DF entrou em colapso

Publicado em 23/02/2024 - 20:43 Por Gésio Passos - repórter da Rádio Nacional - Brasília

A dengue avança no país e alguns locais estão em situação ainda mais delicada. É o caso do Distrito Federal. O governador Ibanes Rocha afirmou que a rede de saúde entrou em colapso por conta da explosão de casos da doença.

A declaração de Ibanes Rocha foi feita em almoço com empresários nessa quinta-feira (22), e confirmada pela assessoria do governo. Ele ainda disse que a crise não atingiu seu pico.

Desde 25 de janeiro, o DF está em estado de emergência devido ao surto da doença.

O número de casos prováveis de dengue aumentou em mais de 1300% em relação ao mesmo período do ano passado. São mais de 84 mil casos notificados para dengue esse ano na capital. Em 2023, foram pouco mais de 5.400 casos.

Já foram confirmadas 38 mortes em 2024, e mais 72 estão em investigação. O número é o maior do país.

A média diária é de quase 3.900 atendimentos pela rede pública da capital. A ocupação dos leitos é de 98%.

O Governo do DF anunciou a contratação temporária de mais de 740 profissionais de saúde, sendo 200 médicos, 156 enfermeiros e 180 técnicos de enfermagem. O governo ainda vai contratar 11 tendas de hidratação destinadas a pacientes com dengue.

Neste sábado, os postos de saúde estarão abertos para vacinar a população, principalmente para dengue. A vacina para doença, no momento, é voltada para crianças de 10 e 11 anos.

O primeiro sintoma de dengue, normalmente, é febre alta, acima de 38º, que persiste de dois a sete dias. Pode vir acompanhada de dor na cabeça, no corpo, atrás dos olhos, fraqueza e manchas vermelhas.

Aos primeiros sintomas, a pessoa deve buscar a unidade de saúde mais próxima.

Edição: Jacson Segundo / Liliane Farias

Últimas notícias
Segurança

CCJ da Câmara aprova lei que permite aos estados decidirem sobre armas

Pelo projeto de lei, os estados poderiam decidir sobre a posse e o porte de armas. Parlamentares favoráveis à proposta acreditam que diferenças estaduais precisam ser respeitadas. Já os contrários, afirmam que regras sobre armas devem ser definidas por uma lei nacional. Base do governo aponta inconstitucionalidade da medida.

Baixar arquivo
Esportes

Libertadores: Flamengo e Palmeiras terão duelo contra altitude

Nesta quarta-feira (24), Flamengo vai a La Paz, na Bolívia, para enfrentar o Bolívar. E Palmeiras vai a Quito, no Equador, para encarar Independiente del Valle. 

Baixar arquivo
Cultura

Carnaval: maior festa popular agora é manifestação cultural nacional

“É colocar o carnaval do lugar de direito dele”, afirma Rita Fernandes, presidente da Sebastiana, associação de blocos de rua do Rio de Janeiro. Para ela, a lei significa mais incentivos e mais investimentos em torno da folia que leva milhões às ruas brasileiras.   

Baixar arquivo
Saúde

Brasil registra mais de 3 mil mortes por covid-19 em 2024

Infectologista fala da necessidade de se manter o reforço da vacinação em dia para evitar que as pessoas se tornem agentes de contaminação para pessoas do grupo de risco. 

Baixar arquivo
Geral

Portos e Aeroportos e Anac irão investigar morte de cão Joca em avião

O cão Joca morreu aos cuidados da Gol. Ele foi embarcado para o destino errado e ficou oito horas dentro do canil, a uma temperatura de 36°. Presidente Lula prestou homenagem ao golden retriever, usando uma gravata com cachorros.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Caso Bruno e Dom: Justiça adia julgamento sobre júri popular

O desembargador federal retirou o julgamento da pauta para avaliar o pedido dos advogados de defesa. Ele também não divulgou nova data para retornar a apreciação. 

Baixar arquivo