Violência no campo: 47 pessoas foram assassinadas em 2022

Brasil registrou um conflito rural a cada 4 horas no ano passado

Publicado em 17/04/2023 - 16:18 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Quarenta e sete pessoas foram assassinadas no ano passado em conflitos no campo, segundo levantamento da Comissão Pastoral da Terra. Um crescimento de mais de 30% em relação a 2021. As tentativas de assassinato saltaram de 33 para 123 registros de um ano para o outro e as ameaças de morte chegaram a 206 casos.

O número de conflitos no campo atingiu 2.018, o equivalente a um a cada quatro horas. Os casos envolveram mais de 900 mil pessoas e 80 milhões de hectares de terra em disputa.

O Fernando é uma das pessoas que sofreram pressão para deixar a terra. Por segurança, usamos um efeito na voz e outro nome pra ele.

O coordenador da Comissão Pastoral da Terra, Carlos Lima, diz que são necessárias políticas públicas para enfrentar o problema.

Segundo Carlos Lima, o relatório vai ser levado ao governo federal. A ideia é pedir ações e o fortalecimento da fiscalização e da proteção das pessoas.

O relatório também destaca que mais de 2 mil pessoas foram resgatadas no ano passado em trabalho com condições semelhantes a de escravo.

Edição: Leila dos Santos / Pedro Lacerda

Últimas notícias
Saúde

Brasil registra mais de 45 mil casos de covid-19 entre 11/02 e 17/02

Quase 200 pessoas morreram por causa da doença este ano, de acordo com o Ministério da Saúde. A recomendação é manter a vacinação em dia e usar máscaras, sobretudo quem faz parte dos grupos de risco

Baixar arquivo
Internacional

Guterres afirma que falta de ação enfraquece Conselho de Segurança

O secretário-geral das Nações Unidas, Antônio Guterres, falou na abertura da sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra. Ele lembrou que o Conselho de Segurança vive um impasse tendo sido incapaz de agir nas questões de paz e segurança mais significativas do nosso tempo.

Baixar arquivo
Economia

Dívida Pública diminui em janeiro em relação a dezembro de 2023

A informação foi divulgada nesta segunda-feira (26) pelo Tesouro Nacional, ligado Ministério da Fazenda. A Dívida Pública Federal ficou em R$ 6,450 trilhões, incluídos os débitos do governo no Brasil e no exterior.

Baixar arquivo
Política

PF deve incluir trechos de discurso de Bolsonaro em investigação

Em ato na Paulista, o ex-presidente admitiu a existência de uma minuta de texto que daria sustentação ao golpe de estado, com a decretação de estado de sítio, prisão de parlamentares e de ministros do Supremo Tribunal Federal

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Acre decreta situação de emergência por causa de enchentes

A elevação dos níveis dos rios e igarapés provocou as inundações na região. Na capital, o Rio Acre ultrapassou a cota de transbordamento e chegou a 15,92 metros. 

Baixar arquivo
Economia

Apesar da queda da Selic, bancos mantêm juros de empréstimos

Quatro dos maiores bancos do Brasil não mexeram nos juros cobrados em empréstimos pessoais entre janeiro e fevereiro. Essa informação é do Procon de São Paulo, que fez uma pesquisa com os seis principais bancos do país.

Baixar arquivo