Megaoperação contra facção criminosa no Rio deixa sete mortos

Publicado em 27/02/2024 - 17:02 Por Tatiana Alves - repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Desde as primeiras horas desta terça-feira (27), as Polícias Militar e Civil do Rio de Janeiro estão mobilizadas em uma megaoperação para prender lideranças e integrantes da maior facção criminosa do estado. O grupo é apontado como responsável pela maioria dos ataques armados com vistas à expansão territorial nas Regiões Norte e Oeste da Capital, na Baixada Fluminense e em algumas cidades do interior.

Até agora, estão confirmadas ao menos sete mortes de homens apontados como traficantes nas comunidades dos Complexos da Maré, Alemão e da Penha, na Zona Norte. As ações, que também têm como alvo a repressão aos roubos de carros, acontecem em outras sete comunidades da região, além da Cidade de Deus, na Zona Oeste. Dois Policiais Militares ficaram feridos e, segundo a corporação, o quadro deles é estável.

O balanço parcial aponta que foram apreendidos cinco fuzis, três pistolas, sete rádios, um veículo roubado e entorpecentes.

Por conta das operações, alunos dessas regiões não puderam ir à escola. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, no Complexo da Penha, 16 escolas suspenderam as atividades, prejudicando cerca de cinco mil estudantes.

No Complexo do Alemão, 20 unidades ficaram fechadas, deixando sem aulas mais de sete mil alunos.

Também houve impacto no funcionamento de unidades de saúde da região, que tiveram atividades suspensas ou funcionaram parcialmente.

Cento e trinta mil usuários de 15 linhas de ônibus tiveram seu direito de ir e vir comprometido devido às operações policiais.

Edição: Vitoria Elizabeth / Liliane Farias

Últimas notícias
Eleições 2020

Barco com corpos à deriva é encontrado no litoral do Pará

O inquérito está sob a responsabilidade da Polícia Federal no Pará que enviou equipes para a região.  

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério da Saúde inicia Mês de Vacinação dos Povos Indígenas

O Ministério da Saúde inicia neste sábado, 13, o mês de vacinação dos povos indígenas. A proposta é intensificar a imunização em territórios indígenas, ampliando a cobertura vacinal, sobretudo em áreas de difícil acesso.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério dos Esportes condena atos de racismo a alunos do DF

O Ministério dos Esportes condenou, neste sábado, os ataques racistas sofridos por estudantes no Distrito Federal. Alunos foram chamados de “macaco”, “filho de empregada” e “pobrinho” durante uma partida de futebol de salão entre colégios de Brasília. O caso aconteceu em três de abril e veio à tona, nesta semana.

Baixar arquivo
Internacional

Lula visitará Colômbia para fortalecer laços comerciais

A Colômbia é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo garante amparo a gestantes em cargos públicos provisórios

Mulheres que trabalham na administração pública em cargo em comissão ou são contratadas por tempo determinado têm garantido o direito à licença-maternidade e à estabilidade provisória.

Baixar arquivo
Geral

Inmet alerta para risco de chuvas intensas pelo Brasil

A previsão é de acumulados de chuva variando entre 30 e 60 milímetros por hora ou entre 50 e 100 milímetros por dia,

Baixar arquivo