Médicos Sem Fronteiras faz ação contra coronavírus em São Paulo

Organização atua em situações de grave crise humanitária

Publicado em 10/04/2020 - 15:24 Por Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

A organização não governamental Médicos Sem Fronteiras (MSF) está atuando na região central da cidade de São Paulo para conter os efeitos da pandemia de coronavírus. A entidade desenvolve normalmente ações em situações de grave crise humanitária, como guerras, epidemias e catástrofes. “Nosso âmbito não costuma envolver lugares como São Paulo ou o Rio de Janeiro”, diz a coordenadora dos trabalhos na capital paulista, Ana Leticia Nery.

No Brasil, a organização tinha apenas um ponto de atuação, em Boa Vista, Roraima, onde atende aos imigrantes venezuelanos. Porém, a chegada do coronavírus fez com que os Médicos Sem Fronteiras vissem a necessidade de ação nas duas maiores cidades brasileiras.

“O nosso medo é que a pandemia acabe exacerbando a desigualdade no acesso à saúde, que já existe hoje. As populações vulneráveis, que já têm dificuldade em acessar o sistema de saúde, vão ter ainda menos acesso a ele no contexto da pandemia e vão acabar tendo uma mortalidade e transmissão desproporcionais à população geral”, explica Nery.

Vulnerabilidades

Por isso, um dos focos do trabalho da organização na capital paulista tem sido as 24,4 mil pessoas em situação de rua da cidade. “São pessoas mais velhas, 30% têm mais de 50 anos. São pessoas que têm doenças prévias significativas, que podem ser fatores de risco para coronavírus, como problemas pulmonares, o uso de crack, que é uma droga que afeta bastante a estrutura pulmonar”, diz médica sobre as condições que deixam essa população particularmente vulnerável ao vírus.

As equipes do MSF têm visitado albergues e locais onde há distribuição de comida, para conseguir atender tantos os que usam os abrigos públicos, quanto aqueles que dormem exclusivamente nas ruas. Os profissionais de saúde oferecem orientações e buscam identificar gente que tenha sintomas da doença. Os casos mais graves são encaminhados aos serviços de saúde.

Na semana passada, foram atendidos 278 pacientes. Desses, 37 tinham sintomas de coronavírus, sendo que três casos foram considerados graves e encaminhados a hospitais.

Nery lembra que para as pessoas que dormem nas calçadas e abrigos públicos, várias recomendações essenciais para evitar a disseminação do vírus não se aplicam. “Não existe o fica em casa, não existe o distanciamento. Eles vão continuar tendo que dormir nos albergues e nos abrigos, vão continuar dormindo na rua”, ressalta. Assim, a médica defende que a prefeitura e o governo estadual criem a possibilidade de isolar os casos identificados da doença, como forma de quebrar a cadeia de transmissão.

Além da população em situação de rua, a organização tem buscado atender a migrantes, moradores de ocupações, idosos que vivem em instituições e adolescentes internados na Fundação Casa, onde a organização fez um treinamento com 200 funcionários.

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Palmeiras x Corinthians, Paulistão
Esportes

Corinthians e Palmeiras disputam hegemonia em finais do Paulistão

Decisão do título começa hoje (5) com o primeiro jogo no Itaquerão, às 21h30. Rivais estão empatados em número de vitórias em seis finais do estadual. 

O presidente da República, Jair Bolsonaro, fala durante a solenidade de Posse dos ministros  das Comunicações e da Ciência, Tecnologia e Inovações
Política

Bolsonaro diz a embaixador que Brasil vai ajudar o povo libanês

“O Brasil está solidário e manifestamos esse sentimento ao povo libanês. Estaremos presentes nessa ajuda àquele povo que tem alguns milhões de seus dentro do nosso país”, disse o presidente.

 A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional se apresenta no Hospital da Criança de Brasília como parte do projeto Concertos da Saúde.
Geral

Orquestra Sinfônica de São Paulo e Masp apresentam série de concertos

Concertos vão combinar arte e música no auditório do Masp. Live será transmitida a partir das 20h no YouTube.

Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos para deter coronavírus. Na foto, pessoas com trajes de proteção em Melbourne, Austrália
Internacional

Com aumento de mortes por covid-19, Austrália terá mais restrições

Segundo estado mais populoso da Austrália, Vitoria relatou crescimento recorde de 725 novos casos de covid-19, apesar de ter restabelecido o lockdown em Melbourne, a capital.

Teletrabalho, home office ou trabalho remoto.
Economia

Serviço público tem mais pessoal em trabalho remoto que setor privado

Resultados da pesquisa evidenciam desigualdade com números gerais de trabalho remoto no país com recortes também por idade, gênero, raça/cor e escolaridade, diz o Ipea.

Economia

Ecad dará descontos no pagamento de direitos autorais até 2021

Escritório é o responsável pela arrecadação e distribuição dos direitos autorais das músicas aos seus autores.