BNDES deve financiar projetos que beneficiem a sociedade, diz Maria Silvia

Publicado em 01/06/2016 - 16:56 Por Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro - A economista Maria Silvia Bastos Marques, toma posse como nova presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no edifício-sede, centro do Rio (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Cabe ao BNDES financiar projetos cujo retorno social supere retornos privados, afirma a presidente do banco, Maria  Silvia  Bastos  Marques,  que  recebeu  o  cargo  nesta  quarta-feira,  no  RioTomaz Silva/Agência Brasil

A nova presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques, prometeu fazer o possível e o impossível para que a instituição tenha papel relevante na retomada do crescimento econômico e da geração de empregos.

Para Maria Sílvia, os recursos públicos, que constituem a base dos empréstimos do BNDES, devem ser aplicados em projetos que resultem em benefícios para a sociedade. Cabe ao banco financiar projetos cujos retornos sociais superem os retornos privados, afirmou.

Ao receber hoje (1º) o cargo do economista Luciano Coutinho, Maria Silvia lembrou que chegou ao BNDES em 1991 como assessoria especial de desestatização do então presidente da instituição, Eduardo Modiano, tornando-se em seguida a primeira mulher a ocupar uma diretoria na casa. “Voltar agora, como primeira presidente em 64 anos de existência [do banco], me traz muito orgulho e alegria e ao mesmo tempo aumenta o meu senso de responsabilidade”, afirmou Maria Silvia.

Ela disse acreditar que a atual crise econômica pode representar uma possibilidade para levar o país a um futuro melhor e ressaltou que o BNDES tem um importante papel a desempenhar nesse processo.

A questão socioambiental deve permear todos os projetos, disse a nova presidente do BNDES, que defendeu também o fortalecimento do mercado privado de empréstimos de longo prazo.

De acordo com Maria Silvia, a área prioritária de financiamento será a infraestrutura. “O país precisa qualificar sua infraestrutura logística para acelerar o crescimento da economia.” Outra área importante à qual ela pretende dar foco é a de energias alternativas.

 

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias