No segundo dia, mutirão de emprego atrai fila em São Paulo

Publicado em 27/03/2019 - 13:54 Por Fernanda Cruz – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O mutirão do emprego atrai, pelo segundo dia, uma fila de desempregados no centro de São Paulo. São oferecidas 6 mil vagas em diversas áreas, como empacotador, balconista, repositor, atendente, operador de caixa e atendente de telemarketing.

Ontem, no primeiro dia, foram distribuídas 4,5 mil senhas para atendimento posterior, que poderá ser feito até sexta-feira (29). A fila chegou a lotar o Vale do Anhangabaú, próximo à prefeitura. Hoje, em fila menor, são atendidos apenas os trabalhadores que já retiraram a senha.

Donizete Pereira, 55 anos, é aposentado, mas o auxílio recebido não é suficiente para seu sustento. “Quero uma vaga dentro do estoque, de ajudante geral. Qualquer vaga estou aceitando. Estou há três anos sem emprego. Minha família me ajuda”, disse.

Também desempregada há três anos, Verônica Mesquita, 43 anos, obtém renda com trabalho informal na venda de bombons. “Eu preciso de uma vaga de meio período para cuidar do meu irmão autista”, disse. Ela busca emprego de auxiliar financeira ou operadora de caixa.

Pedro Franco dos Santos Filho procura um emprego aos 65 anos. “Sou pintor e, registrado, estou sem trabalho há um ano. De lá pra cá, venho fazendo alguns bicos. Ainda bem que meu filho já é casado e não depende de mim”, disse.

Documentação

Quem já retirou a senha precisou apresentar hoje a carteira de identidade, o CPF, a carteira de trabalho e o currículo impresso. Depois de passar pela entrevista de pré-seleção, feita pelas empresas, os candidatos têm acesso às vagas disponíveis no Sistema Nacional de Emprego e podem também emitir primeira ou segunda via da carteira de trabalho. Basta apresentar o RG, CPF e uma foto 3x4 atualizada.

Os cargos com mais oportunidades são telemarketing e operador de loja, com mais de mil oportunidades cada.

O mutirão, que segue até sexta-feira (29), está sendo organizado pela prefeitura e pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Soccer Football - Brasileiro Championship - Palmeiras v Corinthians - Pacaembu Stadium, Sao Paulo, Brazil - November 9, 2019   Palmeiras' Bruno Henrique celebrates scoring their first goal   REUTERS/Rahel Patrasso
Esportes

Rivais divergem sobre testes da covid-19 antes de final do Paulistão

Com time confinado, Corinthians dispensa exames para detectar a presença do novo coronavírus. Palmeiras contesta posição do rival.

Brenda Castillo, líbero, Sesi Vôlei Bauru
Esportes

Sesi Bauru e Montes Claros América investem pesado em reforços

 A renomada líbero dominicana Brenda Castillo retorna ao time paulista. Quem também está de volta é o experiente Tiago Brendle, de 34 anos, que fechou com o clube mineiro.

Comércio da cidade do Rio de Janeiro funciona com restrições
Saúde

Estado do Rio tem 168.064 casos de covid-19 desde início da pandemia

Desde ontem foram registrados 32 óbitos e 839 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. O estado soma agora 13.604 mortes pela doença e 144.850 pacientes recuperados. 

Hospital de campanha do Maracanã no Rio de Janeiro
Justiça

Justiça do Rio impede fechamento de hospitais de campanha

Segundo secretaria, hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, mas sem pacientes por causa de vagas em unidades regulares da rede estadual.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.