Entidades fazem plebiscito contra privatização da Sabesp, CPTM e Metrô

Trabalhadores aprovam greve de 24 horas no próximo dia 3 de outubro

Publicado em 21/09/2023 - 18:25 Por Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Movimentos sociais e sindicais e entidades representativas dos trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), e da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) realizaram na tarde desta quinta-feira (21) mais um dia de votação do plebiscito popular contra a privatização das três empresas, atualmente geridas pelo poder público.

O plebiscito - iniciado no último dia 5 - tem dezenas de locais de votação espalhados pelo estado de São Paulo. Hoje, a campanha abriu mais um ponto: em frente à estação Lapa da CPTM, na região oeste da capital paulista.

Ponto de coleta

“Hoje estamos abrindo mais um ponto de coleta do plebiscito contra a privatização da Sabesp, da CPTM e do Metrô de São Paulo. O plebiscito abre a possibilidade para as pessoas dizerem se são a favor de passar essas empresas para a iniciativa privada”, explicou a presidenta do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Camila Lisboa.

A lista de locais onde as pessoas podem votar no plebiscito pode ser encontrada no site. Além do plebiscito, que ocorrerá até 5 de novembro, os metroviários, ferroviários e trabalhadores da Sabesp aprovaram fazer uma greve conjunta de 24 horas no próximo dia 3 de outubro contra a privatização das empresas.

Edição: Kleber Sampaio

Últimas notícias