Mais de 900 mil alunos fazem 2ª etapa da Olimpíada de Matemática

Participam estudantes do 6º ano do ensino fundamental ao 3º do médio

Publicado em 07/10/2023 - 14:44 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Mais de 900 mil alunos de escolas públicas e privadas de todo o país fazem, neste sábado (7), as provas da segunda fase da 18ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).

O coordenador-geral da Obmep e diretor-adjunto do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), Cláudio Landim, enfatiza que as provas não medem o conhecimento em matemática, mas sim a capacidade de imaginação, criatividade e raciocínio para resolver os problemas.

A novidade desta edição é o aumento no número de medalhas nacionais a serem distribuídas para os participantes. São 8.450, sendo 6,5 mil para alunos das escolas públicas e o restante para estudantes das escolas particulares. A Obmep vai distribuir também outras 20,5 mil medalhas regionais.

Segundo Landim, os alunos de escolas públicas que conquistarem medalhas nacionais são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

“Os medalhistas recebem, no ano que vem, uma bolsa de iniciação científica no valor de R$ 300 mensais para participarem do programa de formação oferecido em todo o Brasil e que prepara esses alunos e os estimula para entrarem em universidades em áreas das ciências exatas”, diz a organização.

A divulgação dos premiados será no dia 20 de dezembro.

A competição, destinada a estudantes do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, é promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Ministério da Educação. 

 *Colaborou Cristiane Ribeiro, do Radiojornalismo

Edição: Aline Leal

Últimas notícias