Brasil tem Ronaldos e astro paralímpico em top 100 de jornal espanhol

Lista elenca cinco brasileiros entre os atletas do século 21

Publicado em 12/06/2020 - 16:39 Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional - São Paulo

A lista de 100 melhores nomes do século 21 no mundo, feita pela equipe do jornal espanhol Marca, tem cinco brasileiros. Encabeçada pelo nadador norte-americano Michael Phelps, a relação tem os ex-jogadores de futebol Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho, o nadador paralímpico Daniel Dias e os ex-atletas Giba, do vôlei, e Falcão, do futsal.

A eleição compilou atletas de 34 países de 31 modalidades. O Brasil é o quinto país com mais representantes, atrás de Estados Unidos (20), da própria Espanha (15), do Reino Unido (nove) e da França (oito). Nações com mais tradição olímpica que a brasileira, como China, Japão, Alemanha e Itália, tiveram menos esportistas lembrados.

Brasileiro mais bem colocado da lista, Ronaldo Fenômeno aparece na 19ª posição, descrito como "possivelmente, o melhor 9 da história do futebol, apesar das lesões que atrapalharam sua carreira". Entre atletas da modalidade, o artilheiro da Copa do Mundo de 2002 é o terceiro, atrás do argentino Lionel Messi (7º) e do português Cristiano Ronaldo (10º).

Ronaldo Nazário, Fenômeno
Ronaldo Nazário, o Fenômeno, na conquista do pentacampeonato mundial, na Copa da Coreia do Sul (2002) - CBF/Direitos reservados

 

Ídolo do Barcelona, Ronaldinho está três posições atrás do ex-camisa 9, em 22º lugar, sendo o quarto nome do futebol mais bem colocado. "O último grande representante do jogo bonito brasileiro e do romantismo do futebol", resume o diário espanhol sobre o astro, que, atualmente, está detido no Paraguai após ser entrar no país com documentos falsos.

Já o nadador Daniel Dias, em 42º lugar, é o brasileiro mais bem colocado fora do futebol e único atleta do país ainda em atividade a ser lembrado. "O paralímpico é considerado o Michael Phelps da natação adaptada", descreve o jornal Marca, que o compara justamente ao atleta que encabeça a lista. Dono de 24 medalhas em Paralimpíadas, sendo 14 de ouro, ele é também o terceiro nome entre os nadadores, superado apenas por Phelps e pelo australiano Ian Thorpe (38º).

"Fico extremamente feliz, é uma honra ser comparado a um grande atleta como o Phelps. Ter esse reconhecimento vem coroar a grande carreira que tenho construído ao longo de todos esses anos. Se pensar que é o Ronaldo e o Gaúcho que estão na minha frente [entre brasileiros], então, é um privilégio", destaca Daniel, à Agência Brasil.

Em 58º lugar na lista, Giba é o único nome do vôlei, modalidade de apelo menor na Espanha, se comparada ao Brasil. O ex-ponta é descrito como "a pedra angular da grande seleção brasileira" em referência à equipe que dominou o esporte no mundo no início dos anos 2000. Na época, o time comandado pelo técnico Bernardinho, amealhou três medalhas olímpicas (um ouro em duas pratas), três títulos mundiais e oito da Liga Mundial.

Já Falcão é o 92º da relação do periódico Marca. Apesar de ser o segundo colocado entre os nomes do futsal, o jornal diz que o ex-ala "é considerado por muitos como o maior jogador de futebol de salão da história" e lembra que o português Ricardinho, seis vezes eleito o melhor do planeta na modalidade - ele aparece em 36º lugar -, tem na perna  a tatuagem do número 12, em homenagem ao ídolo Falcão.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Torcida cruzeirense, em partida Cruzeiro x Grêmio, décima oitava rodada do Brasileirão, em 08.09.2019
Esportes

Cruzeiro estreia na Série B neste sábado contra o Botafogo-SP

Raposa começa competição com seis pontos a menos que os demais clubes da segunda divisão Partida terá início às 19h (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Geral

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 6,5 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy apresenta o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, Pnatrans.
Justiça

Gilmar Mendes determina soltura de Alexandre Baldy

Baldy teve a prisão temporária decretada pela primeira instância da Justiça Federal na Operação Dardanários, que apura fraudes em contratações da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro.

Chuteiras de jogadores em treino
Esportes

Agência Brasil oferece novidade para amantes de esportes

Página tem tabelas das principais competições do planeta, de modalidades como futebol, surfe, automobilismo e e-sports. Vôlei e basquete devem entrar depois, com reinício de torneios.

Geral

Ilha Grande reabre para o turismo no próximo dia 14

Município fluminense só receberá turistas com reservas em hospedagens. Hotéis, pousadas e restaurantes podem ter até 50% da capacidade ocupada.

Fachada da Caixa Econômica Federal
Economia

Caixa abre 770 agências hoje para beneficiários do auxílio emergencial

A Caixa garantiu que todas as pessoas que comparecerem às agências serão atendidas no mesmo dia. A mesma orientação é válida para o atendimento realizado de segunda a sexta-feira.