Flamengo renova com Jorge Jesus até junho de 21 por 4 milhões de euros

Técnico inclui cláusula para ser liberado se houver proposta da Europa

Publicado em 02/06/2020 - 19:43 Por Rodrigo Ricardo, repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Jorge Jesus continua no Flamengo até junho de 2021. A novela da renovação do contrato do treinador com o clube terminou em final em feliz nesta terça-feira (2). O primeiro sinal veio do vice-presidente do futebol rubro-negro carioca, Marcos Braz, que publicou na conta pessoal dele no Twitter, às 17h31, uma bandeira de Portugal, país de origem do Mister.

O contrato de Jesus expiraria no dia 19 deste mês. O técnico chegou ao Brasil em junho do ano passado, conquistando praticamente tudo o que disputou. Foram cinco títulos – Copa Libertadores da América e Campeonato Brasileiro, em 2019, e Recopa, Supercopa do Brasil e Taça Guanabara, em 2020, e apenas quatro derrotas em 51 jogos, com 38 vitórias e nove empates.

 técnico Flamengo Jorge Jesus
Jorge Jesus terá salário de 4 milhões de euros - Alexandre Vidal / Flamengo/Direitos Reservados

O novo contrato do Mister traz a possibilidade de ele deixar o Flamengo, caso surja proposta de um clube europeu. “Ele está sempre de olho no Velho Continente, o sonho dele é voltar para lá. Mais um ano é bom para o time, porque é quase o mesmo elenco campeão de 2019”, analisa Mário Silva, comentarista da Rádio Nacional.

O treinador deverá receber aproximadamente quatro milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões), além de outras premiações. Neste primeiro ano de Flamengo, Jesus faturou algo em torno de R$ 15 milhões.

Edição: Sergio du Bocage

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
O Dia do Índio, celebrado no Brasil em 19 de abril
Direitos Humanos

Violência contra povos indígenas aumentou de 2018 para 2019, diz Cimi

Segundo relatório do Conselho Indigenista Missionário, houve aumento de ocorrências em 16 das 19 categorias de agressões, que incluem racismo, expropriação de terras e omissão do poder público.