Djokovic diz que oponentes jovens têm despertado sua "fera" interior

Sérvio quase cravou 4 Grand Slams, mas perdeu Wimbledon para Alcaraz

Publicado em 11/12/2023 - 13:00 Por Shrivathsa Sridhar* - Bengaluru (Índia)

Novak Djokovic completará 37 anos no próximo ano, mas o sérvio diz que seu apetite pelo sucesso só aumentará com os jovens adversários despertando a "fera" que existe nele.

O número 1 do mundo teve um ano de 2023 extraordinário, vencendo três dos quatro Grand Slams da temporada e chegando a 24 no total, dois a mais que Rafael Nadal e quatro a mais que o aposentado Roger Federer.

No entanto, Djokovic não teve tudo a seu favor, com Carlos Alcaraz, de 20 anos, negando-lhe o quinto título consecutivo em Wimbledon em uma final emocionante, e Jannik Sinner, de 22 anos, acabando com suas esperanças de glória na Copa Davis.

"Os jovens que estão com muita fome e muito inspirados para jogar seu melhor tênis contra mim são uma motivação adicional", disse Djokovic no programa "60 Minutes", da CBS News. "Acho que eles meio que despertam uma fera em mim."

Djokovic venceu Alcaraz em três de seus quatro confrontos neste ano - incluindo a semifinaL de Roland Garros, onde o espanhol sofreu cãibras no corpo inteiro - mas o sérvio disse que seu jovem rival havia se tornou uma ameaça real.

"Ele é o jogador mais completo que eu já vi nos últimos tempos", disse Djokovic, acrescentando que usou sua derrota na final de Wimbledon como motivação para a temporada de quadra dura nos Estados Unidos, onde venceu os títulos em Cincinnati e no Aberto dos EUA. "É uma grande oportunidade para eu me reinventar e realmente me esforçar mais do que jamais fiz."

* É proibida a reprodução deste conteúdo. 

Últimas notícias