População do Rio festeja aniversário com bolo de 8 toneladas e 450 metros

Publicado em 01/03/2015 - 14:16 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* - Rio de Janeiro

O prefeito Eduardo Paes na festa dos 450 anos do Rio. Um bolo de 45 metros foi montado na Rua da Carioca (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O prefeito Eduardo Paes e o governador Luiz Fernando Pezão trocaram os primeiros pedaços do bolo de oito toneladas e 450 metros Agência Brasil/Tomaz Silva

O aniversário do Rio de Janeiro não ficou sem bolo e parabéns. Com direito a duas bandas e a presença da corte carnavalesca da cidade, o prefeito Eduardo Paes cortou um bolo de 8 toneladas e 450 metros, distribuindo pedaços a quem estava na Rua da Carioca, no centro, um dos locais escolhidos para comemoração.

A festa ocorre todo ano, mas, conforme o prefeito, foi especial em 2015 para comemorar a data redonda.

Eduardo Paes deu a primeira fatia do bolo ao governador do estado, Luiz Fernando Pezão, que retribuiu entregando a segunda ao chefe do Executivo municipal. O arcebispo Dom Orani Tempesta também participou da festa. Ele levou a imagem peregrina de São Sebastião, padroeiro da cidade.

O bolo de aniversário dos 450 anos do Rio foi à altura da festa preparada. Na foto, o prefeito, Eduardo Paes, e o governador, Luiz Fernando Pezão junto com Dom Orani Tempesta recebem troféus (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta participou da festa com a imagem de São Sebastião, padroeiro da cidade Tomaz Silva/Agência Brasil

"O Rio passou muito tempo olhando para trás e com crise de identidade. Agora, é uma cidade que tem capacidade de olhar para frente. Acho que a cidade vai mudar de patamar", disse o prefeito, referindo-se aos Jogos Olímpicos de 2016.

Depois, o bolo foi distribuído à população, que lotou a Rua da Carioca, conhecida pelos sobrados históricos e estabelecimentos comerciais que já fazem parte da cultura da cidade, como o Bar Luiz e a loja de instrumentos musicais Guitarra de Prata.

"Moro aqui há 43 anos. Nasci em Fortaleza, mas vim para cá muito nova e não passa pela minha cabeça voltar [ao Ceará]. Sou amante do Rio. Amo de coração. Sou carioca", disse a aposentada Luz Alice, que só visitou sua cidade natal uma vez desde que se mudou para a capital fluminense.

Natural de João Pessoa, Vilma de Lourdes está na cidade há 29 anos. Ela contou que o pai era caminhoneiro e vinha com frequência ao Rio, o que aumentou a curiosidade e a fez sonhar com o dia em que ela própria conheceria a capital. Quando isto ocorreu, não voltou mais à capital potiguar: "Vim e amo de paixão. Sou muito feliz aqui".

O enfermeiro Indenburgo Nunes também garantiu um pedaço do bolo. E não foi a primeira vez que ele participou de comemoração como essa. "Há 50 anos, fui ao Maracanã comer o bolo de 400 anos. Hoje, estou aqui para comer o de 450 anos", conta orgulhoso.

*Colaborou Nanna Pôssa, Repórter do Radiojornalismo/EBC

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Bola, campeonato brasileiro
Esportes

Treze avança e garante clássico de Campina Grande na final paraibana

Galo da Borborema vence Botafogo no tempo normal e nas penalidades, e se garante na grande final da competição.

chape criciuma
Esportes

Chapecoense e Brusque se classificam para final do Catarinense

Verdão superou Criciúma na disputa de pênaltis, enquanto Quadricolor passou por Juventus com empate sem gols.

bahia x alagoinhas
Esportes

Baiano: Alagoinhas segura empate com Bahia no primeiro jogo da final

Desta forma, futuro campeão do estadual permanece totalmente indefinido. E tudo será decidido apenas no próximo sábado.

santa cruz x salgueiro
Esportes

Salgueiro faz história, bate Santa Cruz e leva título pernambucano

Pela primeira vez desde sua primeira edição, em 1915, o Campeonato Pernambucano tem um campeão de fora da capital Recife, o Carcará.

BELO HORIZONTE / MINAS GERAIS / BRASIL 05.08.2020 jogo entre América x Atlético no Estádio Independência pelo Campeonato Mineiro 2020 - Fotos: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético
Esportes

Mineiro: Atlético derrota América e está na final

Réver, Marrony e Savarino marcam no triunfo de 3 a 0. Tombense é o adversário do Galo na grande decisão.

O jogador Patrick de Paula, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Ederson, da SC Corinthians P, durante partida válida pela final, ida, do Campeonato Paulista, Série A1, na Arena Corinthians. (Foto: Cesar Greco)
Esportes

Corinthians e Palmeiras abrem final do Paulista com empate sem gols

Timão teve as melhores chances, mas parou em defesas de Weverton. Decisão fica aberta para partida de volta, no sábado (8), às 16h30 (horário de Brasília).