Dilma vai visitar áreas atingidas por tornado em Santa Catarina

Publicado em 23/04/2015 - 19:10 Por Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil - Brasília

A presidenta Dilma Rousseff vai viajar nos próximos dias a Xanxerê, em Santa Catarina, para sobrevoar as áreas atingidas pelo tornado e anunciar ações do governo federal de auxílio à recuperação da região. De acordo com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, o levantamento dos estragos causados pelo fenômeno climático da última segunda-feira (20) ainda está sendo feito.

O ministro das Cidades, Gilberto Occhi, durante assinatura de contratos de infraestrutura urbana com o governo de São Paulo (José Cruz/Agência Brasil)

Levantamento de estragos causados pelo tornado em Xanxerê ainda está sendo feito, diz o ministro

da  Integração  Nacional   Arquivo/Agência Brasil

Em reunião, nesta tarde, com a presidenta, Occhi falou sobre sua visita recente à cidade catarinense, que teve reconhecido hoje (23) estado de calamidade pública. De acordo com o ministro, nesta quinta-feira, as autoridades estão tomando conhecimento dos danos aos prédios públicos e a todos os imóveis residenciais e comerciais. O reestabelecimento da energia também está em andamento, já que três torres de transmissão foram destruídas.

“Ela [Dilma] já disse que irá lá, só não marcou ainda o dia. Estamos construindo essa agenda. Esperamos que até amanhã (24) nós tenhamos os primeiros levantamentos para que a presidenta, se decidir ir rapidamente, possa fazer um anúncio daquilo que o governo federal poderá apoiar”, afirmou. A visita deve ocorrer na próxima segunda-feira (27).

Segundo Occhi, o Exército trabalha na desobstrução das ruas e já entregou kits humanitários às famílias atingidas, com itens como cesta básica, água potável, objetos de limpeza, higiene e colchões. “A situação está se normalizando. A cada ação dessa de retomada, por exemplo, do abastecimento de água. Aí se identificou que tem muitos vazamentos no local onde houve a destruição. Então, é preciso fechar ali para depois fazer a distribuição de água.”

Sobre a situação dos  imóveis, o ministro informou que o levantamento poderá apontar a necessidade de recuperação ou reconstrução, por meio do Programa Minha, Casa Minha Vida. “Estamos aguardando esse material [levantamento] para que o ministério possa reconhecer os danos, avaliar os valores que serão investidos, para que aí, sim, possa haver apoio do governo federal.”

Occhi informou também que Dilma Rousseff deve lançar nas próximas semanas um plano de revitalização do Rio São Francisco para os próximos dez anos. A decisão foi tomada durante reunião no Palácio do Planalto. Na ocasião, Dilma ouviu do senador Otto Alencar (PSD-BA) preocupações sobre a necessidade de revitalização das bacias, nascentes e afluentes do rio.

“A transposição avançou mais do que a revitalização. Eu pedi à presidenta Dilma que haja equilíbrio entre a transposição, que está bem adiantada, e a revitalização, que não está tão adiantada assim”, disse o senador, informando que a presidenta se comprometeu a aportar mais recursos para o projeto. 

Este ano, de acordo com Otto Alencar, estão previstos investimentos de R$ 200 milhões para a revitalização do São Francisco. Occhi acredita que nos próximos 30 dias seja apresentada uma resposta às demandas do senador, mas evitou antecipar valores adicionais à previsão. 

“A presidenta encomendou um estudo em que haja construção de um plano de revitalização para os próximos dez anos do Rio São Francisco e das suas bacias. Ela também determinou um levantamento de obras que serão importantes para essas diretrizes: preservação das matas, das nascentes, dos rios tributários, a questão das erosões e do esgotamento sanitário que nas cidades ribeirinhas contribuem para poluir o Rio São Francisco”, disse, informando ainda que desde 2007 foram aportados R$ 7 bilhões para as ações. O estudo será feito pelos ministérios da Integração Nacional e do Planejmanento. 

Os ministros da Defesa, Jaques Wagner, e do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, também participaram da reunião.

Edição: Aécio Amado

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias