Fenômeno climático que atingiu Campinas foi uma microexplosão, diz Unicamp

Publicado em 06/06/2016 - 16:57 Por Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), definiu o fenômeno que atingiu a cidade paulista de Campinas na madrugada de domingo (5) como uma microexplosão. O fenômeno tem poder de destruição semelhante ao tornado, que por ser uma força mais destrutiva pode atingir velocidades maiores. Pelo menos 70 árvores caíram, casas ficaram destelhadas, ruas alagadas e duas pessoas dicaram feridas, além de 100 mil imóveis ficarem sem energia.

“A microexplosão não é tão incomum assim e pode ocorrer em situação de tempestade intensa, quando o vento associado à tempestade desce da nuvem em direção ao solo em movimentos radiais, ou seja para o mesmo lado, provocando danos. Pelo seu efeito, é possível confundi-lo com um tornado. Acreditamos que a microexplosão atingiu entre 100 e 120 quilômetros por hora”, disse a meteorologista Ana Ávila, do Cepagri.

Segundo Ana, é preciso fazer uma análise criteriosa para diferenciar os tornados das microexplosões. “O que é incomum é que a cada dia vem ocorrendo mais fenômenos intensos com destruição material e às vezes físicas para as pessoas. Isso que tem sido verificado está associado à maior concentração das pessoas em região urbana. Às vezes ocorrem em áreas não urbanizadas, em plantações e canaviais e o que se observa é a plantação deitada”.

De acordo com Ana, não há como prever esse tipo de fenômeno, mas é possível monitorar a formação de tempestades. “A previsibilidade de um fenômeno como a microexplosão é de 20 a 30 minutos por meio de radares meteorológicos”, explicou.  

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Agência Brasil Explica
Saúde

Agência Brasil explica: como é feita média móvel de casos de covid-19

Epidemiologista diz que média móvel é indicador importante por ser de fácil entendimento e permitir a divulgação diária dos dados, mantendo a população mobilizada em relação às medidas de prevenção.

Teste rápido de COVID-19
Saúde

Estado do Rio registra quase 179 mil casos de covid-19

A capital lidera o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (74.421 casos). Em seguida vêm Niterói (9.380) e São Gonçalo (9.298), ambas na região metropolitana. 

VITÓRIA ATLÉTICO MINEIRO E EMPATE DO SANTOS
Esportes

Flamengo perde para o Atlético mineiro no Maracanã

Na segunda rodada, o Atlético recebe o Corinthians em jogo previsto para  quinta-feira (13). Já o Flamengo enfrenta um dia antes (12), o Atlético Goianiense.

Manifestantes carregam bandeiras nacionais durante um protesto contra o governo no centro de Beirute, Líbano, em 20 de outubro de 2019
Internacional

Polícia entra em confronto com manifestantes em Beirute

Milhares de pessoas foram para a Praça do Parlamento e para a Praça dos Mártires Os manifestantes tentaram entrar em uma área isolada e invadiram os escritórios de ministérios.

Teste rápido de COVID-19
Saúde

Brasil registra 3 milhões de casos de covid-19 e 101 mil mortes

Dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde no início da noite deste domingo (9). Nas últimas 24 horas, o país registrou 23.010 novos casos e 572 mortes. 

Esportes

STJD aceita pedido do Goiás e partida contra o São Paulo é adiada

Cancelamento ocorreu 10 minutos antes do jogo começar. É que 10 jogadores testaram positivo para o novo coronavírus, sendo 8 titulares. Partida ainda não tem nova data.