CBF e Fifa lamentam morte de Carlos Alberto Torres e homenageiam ex-capitão

Publicado em 25/10/2016 - 15:14 Por Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil* - Rio de Janeiro

O capitão da seleção brasileira tricampeã de futebol, Carlos Alberto Torres - Divulgação/CBF

O capitão da seleção brasileira tricampeã de futebol, Carlos Alberto TorresDivulgação/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nota de pesar pela morte do capitão do tricampeonato brasileiro de futebol de 1970, Carlos Alberto Torres, o Capita, na manhã de hoje (25). O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, declarou luto oficial de três dias. As bandeiras da sede da entidade estão a meio-mastro e todas as partidas das competições organizadas pela CBF terão um minuto de silêncio.

“Aos 72 anos, Carlos Alberto Torres deixa um enorme legado de conquistas e colaboração intensa para o desenvolvimento do nosso futebol. Obrigado, Capita. Sua história estará para sempre entre nós”, diz a nota da confederação.

O velório de Capita será realizado no prédio da CBF, na Barra da Tijuca, mas a confederação ainda não divulgou data e horário.

Já a Federação Internacional de Futebol (Fifa) informou que recebeu com “enorme tristeza” a notícia da morte do ex-jogador. A capa do site oficial da federação estampa uma foto de Carlos Alberto Torres segurando a taça da Copa do Mundo do México, em 1970, e uma extensa reportagem com relatos e casos do ex-capitão da seleção brasileira.

“A imagem do jogador erguendo o famoso troféu no ar como se fosse a coisa mais natural do mundo se tornou um ícone. Vale a pena parar por um momento e considerar o que significou ser o capitão de uma seleção tão ricamente talentosa e o que representou de fato essa conquista”, destacou a Fifa em seu site. 

Ex-lateral direito, Torres atualmente trabalhava como comentarista do canal de televisão fechada Sportv. Após sofrer um enfarto em casa, na Barra da Tijuca, ele chegou a ser levado ao Hospital Riomar, no Recreio, zona oeste do Rio de Janeiro, por volta das 11h30. A equipe médica tentou reanimá-lo, mas o ex-jogador não resistiu. Sua última aparição no canal foi no último domingo (23), quando participou do programa Troca de Passes.

*Colaborou Paula Laboissière

Edição: Luana Lourenço

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
 senador Marcos Rogério (DEM-RO)
Política

Senado  ratifica o Protocolo de Nagoia no Brasil

Documento aprovado no Senado regulamenta o acesso e a repartição de benefícios dos recursos genéticos da biodiversidade. O texto segue para promulgação.

Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.