Servidores do Rio protestam contra atraso de salários

Publicado em 05/01/2017 - 11:58 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro - Diversas categorias de servidores do estado do Rio de Janeiro fazem manifestação e caminham até o Palácio Guanabara, em Laranjeiras (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Servidores do estado do Rio de Janeiro fazem manifestação e caminham até o Palácio Guanabara, em LaranjeirasTomaz Silva/Agência Brasil

Servidores públicos ativos, inativos e pensionistas do estado do Rio de Janeiro protestam na manhã de hoje (5) contra o atraso de salários. O protesto se concentrou no Largo do Machado, na zona sul dá cidade, e segue em caminhada em direção ao Palácio das Laranjeiras, sede do governo estadual.

Os manifestantes carregam cartazes com pedidos de "SOS" e "pagamento já", bandeiras de centrais de trabalhadores e enfrentam sol forte e calor intenso. A passeata chama o governo de sem vergonha e assassino por deixar aposentados e pensionistas sem salário.

Rio de Janeiro - Diversas categorias de servidores do estado do Rio de Janeiro fazem manifestação e caminham até o Palácio Guanabara, em Laranjeiras (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Manifestação fechou as duas pistas da Avenida Pinenheiro MachadoTomaz Silva/Agência Brasil

Parte dos servidores está sem receber desde novembro e também não ganhou o décimo terceiro. Segundo a Secretária de Fazenda, uma parcela de R$ 314 vai ser paga ao longo do dia de hoje a ativos, inativos e pensionistas. Outras parcelas estão previstas para quitar a folha de pagamento até o dia 17 de janeiro.

A médica neurologista aposentada Antonieta Campos, de 73 anos, está sem receber desde novembro e conta que só não enfrenta maiores dificuldades, porque é solteira e havia poupado dinheiro. Na passeata, ela protesta também por quem está em situação pior.

"Tem muita gente com filho, família e que está passando muito mais dificuldade. Eu estou aqui por eles também".

Policiais militares do 2º BPM (Botafogo) e do Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos (BPGE) acompanham o deslocamento do ato e monitoram a situação no local. A PM informou que não divulga mais estimativa de participantes.

Ao chegar em frente ao palácio do governo do estado, os servidores gritaram "Fora Pezão" e fecharam as duas pistas da Avenida Pinheiro Machado.

A agente administrativa Sônia disse que só não passou fome nos últimos meses porque contava com a aposentadoria da mãe, que mora com ela. Após receber o pagamento de novembro com quase um mês de atraso, ela contabiliza prejuízos com juros de contas atrasadas.

"O que eu recebi não resolveu, porque tudo tem juros, e mais contas vão vencer agora e ainda não recebi de novo".

A técnica de enfermagem Ana Couto, de 53 anos, representa os servidores do núcleo central da Secretaria de Estado de Saúde, e afirma que os pensionistas e aposentados são os que mais têm sofrido com os atrasos.

"Nenhum deles recebeu. Como nem todos têm forças para ir para rua lutar, nós vamos até a porta do governador".

Em greve desde segunda-feira, a servidora conta que tem ajudado a organizar doações para os servidores que enfrentam situações mais difíceis. As doações têm sido recebidas e distribuídas na sede do Sindjustiça. O endereço é Travessa do Passo 23, atrás da Igreja de São José, na Praça XV. Materiais de limpeza e alimentos não perecíveis são as principais necessidades.

O governo do estado dividiu o pagamento de novembro em cinco parcelas que serão pagas ao longo do mês de janeiro. Após a que está prevista para hoje, a próxima parcela deve cair na conta dos servidores na segunda-feira. A secretaria afirmou que o pagamento de hoje será feito ao longo do dia, mas os servidores presentes no protesto se queixaram de que ainda não haviam recebido até o meio-dia.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias