Outras histórias da bossa nova hoje no Caminhos da Reportagem

Programa vai ao ar hoje na TV Brasil

Publicado em 23/07/2019 - 07:19 Por Agência Brasil - Brasília

Na batida de seu violão e com o estilo de cantar à meia voz, o músico João Gilberto inaugurou um novo som e criou a bossa nova.

Com as letras poéticas de Vinicius de Moraes e a melodia sofisticada de Tom Jobim, a bossa ganhou o mundo, como um ritmo celebrado até hoje dentro e fora do país.

Caminhos, Reprotagem, Bossa Nova
Joyce é um dos destaques do Caminhos da Reportagem. Programa da TV Brasil focaliza a bossa nova   (Imagem TV Brasil)

No mês em que o pai do movimento, João Gilberto, saiu de cena, o programa Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, da EBC, vai mostrar hoje (23), às 22h30, que a bossa nova vai muito além das criações de sua “santíssima trindade” e ainda se renova a cada geração.

Pioneiro do movimento, o cantor, compositor e pianista Johnny Alf é uma figura pouco celebrada.

Segundo o biógrafo do artista, João Carlos Rodrigues, autor de “Johnny Alf: duas ou três coisas que você não sabe”, há quem diga que a tal nova batida teria vindo do piano do Johnny Alf, antes do violão de João Gilberto.

Por não pertencer à turma da Zona Sul carioca, Johnny ficou à margem do sucesso de seus contemporâneos. “Ele era dez anos mais velho, pobre, preto, do subúrbio e gay”, afirma o biógrafo.

“Mesmo sendo o grande, o que vinha a ser consultado para opinar sobre as harmonias, ele não tinha o contato pessoal”, acrescenta.

Parceiro de Tom Jobim em músicas como “Desafinado” e “Samba de uma nota só”, também o músico Newton Mendonça permanece desconhecido do grande público.

Para o biógrafo Marcelo Câmara, autor de “Caminhos cruzados: a vida e a música de Newton Mendonça”, ele deveria ser celebrado como o mais importante compositor da bossa nova: “mais importante pela ousadia, pela transgressão, pela novidade. Ele foi experimental e autor dos clássicos junto com Tom e também sozinho”, destaca.

Nara foi musa da bossa nova

Das mulheres que cantaram a bossa nova, apenas Nara Leão, musa do movimento, recebeu o devido destaque. As mais famosas reuniões de amigos, que deram à bossa nova a alcunha de “música de apartamento”, eram realizadas no apartamento de Nara, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

A cantora marcou o engajamento de sua música com questões sociais ao se aproximar de sambistas como Cartola, Zé Keti e Nelson Cavaquinho.

Essa maior preocupação social é marca da chamada segunda geração da bossa, que trouxe para o movimento a diversidade de sons do país.

Com os depoimentos de quem esteve ao lado de João Gilberto, Tom e Vinicius, como os músicos João Donato, Joyce Moreno e Wanda Sá, o programa Caminhos da Reportagem vai mostrar hoje que a bossa nova não envelhece e que, sobre ela, ainda há muito a se contar.  

 

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Dólares - Moeda estrangeira
Economia

Dólar fecha em leve alta em dia de reunião do Copom

Cotação oscilou ao longo do dia, mas fechou próxima da estabilidade no aguardo da decisão do Banco Central. Bolsa subiu 1,57% com divulgação de resultados de empresas.

tainara
Esportes

Osasco anuncia Tainara, e Sesi Bauru confirma volta de Vanessa

Times apresentam as maiores movimentações antes da próxima temporada da superliga feminina de vôlei.

Um trabalhador fica perto de um tanque da empresa estatal de petróleo da Petrobras em Brasília
Economia

Campo de Búzios registra recorde de produção em julho

Esse é o maior campo de petróleo em águas profundas do mundo, segundo a Petrobras. Produção do mês passado foi de 615 mil barris de óleo por dia (bpd).

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real
Economia

Baixa inflação permitiu corte nos juros, avaliam entidades

Entidades do setor produtivo consideram acertada a redução da Selic para 2% ao ano, o menor nível da história. Para CNI, juros baixos ajudam a conter efeitos da crise.

tombense
Esportes

Tombense chega à final do Mineiro pela primeira vez

Equipe volta a superar Caldense nas semifinais da competição, e espera vencedor de Atlético e América na grande decisão.

Brasília 60 Anos - Esplanada dos Ministérios
Geral

Governo prepara consulta aos 600 mil servidores federais

Pesquisa vai mapear clima organizacional nos órgãos públicos e será disponibilizada entre 21 de setembro e 12 de outubro. Participação é voluntária e totalmente sigilosa.