Caminhos da Reportagem mostra segurança e privacidade na internet

Especialistas recomendam precaução na hora de compartilhar informações

Publicado em 01/10/2019 - 05:59 Por Caminhos da Reportagem - undefined

O lançamento recente do FaceApp, um aplicativo de envelhecimento disponível nas plataformas Google e Apple, veio cercado de polêmica. Especialistas em segurança na rede alertaram para o fato de os usuários estarem voluntariamente compartilhando seus dados com uma empresa desconhecida. A brincadeira “10 years challenge” – desafio dos 10 anos – também incendiou a internet. Assim como o FaceApp, a suspeita era de que o sistema poderia fornecer uma gama de informações, nesse caso ao Facebook, para treinar algoritmos de reconhecimento facial com base na progressão da idade.

A descoberta de que assistentes do Facebook, da Amazon e do Google ouviam e gravavam os áudios dos usuários também chamou a atenção. “Se você se compromete, como empresa, que o assistente só vai começar a gravar quando eu der um comando e ele está gravando em momentos outros, tenho aí um problema”, diz a advogada Juliana Akaishi. O jornalista Carlos Alberto Teixeira, especialista em tecnologia, faz uma reflexão “as pessoas começam a tomar mais cuidado com o que está sendo falado.”

Esse é o tema do programa Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, que vai ao ar hoje (1º), às 21h30.

Qual o perigo das informações que estamos compartilhando diariamente na internet? É preciso tratar o que se coloca na rede com mais responsabilidade? O pesquisador de segurança em tecnologiaThiago Marques ressalta que as redes sociais são uma boa ferramenta, mas precisam ser usadas da forma correta: “Evitar postar informação demais. Se você foi viajar para uma determinada cidade e tirou um monte de foto, talvez não poste no dia em que você está lá. Volta e aí posta as fotos.”

Diante dos fatos, é preciso debater a importância de uma legislação para proteger os dados de cada usuário. Desde 2018, a União Europeia conta com um regulamento que dá poder de escolha ao usuário sobre o que ele decide compartilhar com as empresas.  Aqui no Brasil a questão jurídica também avançou. Em 2014 foi criado o Marco Civil da Internet e no ano que vem entrará em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados: “Ela cria uma autoridade nacional para avalizar as empresas a fazer tratamento de dados, então essa lei traz, sim, muitas inovações”, ressalta Guilherme Farid, da Fundação Procon de São Paulo.

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
vacina, Moderna, imagem ilustrativa
Internacional

Argentina e México vão produzir vacina da Oxford

Entrega é prevista a partir da primeira metade de 2021, em função dos resultados dos estudos da Fase 3 de testes e das aprovações regulatórias. Brasil também firmou acordo com a AstraZeneca.

Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Direitos Humanos

Rio: operação prende suspeitos de violência contra a mulher

De acordo com a delegada Sandra Ornellas, somente em 2019 as delegacias de atendimento à mulher no Rio indiciaram 16.703 suspeitos de violência doméstica e familiar.

O jogador Guerrero, do Internacional
Esportes

Três jogos fecham segunda rodada da Série A do Brasileirão

São Paulo, Fortaleza, Internacional, Santos, Vasco e Sport entram em campo na noite desta quinta-feira pelo nacional de futebol.

Rio de Janeiro - Dedo do Cristo Redentor danificado por raio começa a ser restaurado a partir de hoje (21). O dedo médio da mão direita do Cristo Redentor foi atingido por raio na noite do dia 16. (Foto Thomaz Silva/Agência Brasi)
Saúde

Cristo Redentor passa por desinfecção antes da reabertura no sábado

Até agora, já foram feitas mais de 400 desinfecções em locais públicos como rodoviárias, aeroportos, estações de trens, metrôs e barcas, hospitais e unidades de saúde e asilos.

Presidente russo, Vladimir Putin, visita hospital de Moscou com roupa de proteção
Internacional

Rússia: médicos serão vacinados contra covid-19 em duas semanas

Alexander Gintsburg, diretor do Instituto Gamaleya, produtor da vacina, disse que o país planeja ter capacidade para produzir 5 milhões de doses por mês entre dezembro e janeiro.

Pesquisadores retiram soro de cavalo
Saúde

Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19

O coordenador do projeto, Jerson Lima Silva, da UFRJ, apresenta os resultados da pesquisa hoje (13) à noite, durante simpósio sobre covid-19 na Academia Nacional de Medicina, no Rio.