Juízes do Rio de Janeiro são alvo de operação do Ministério Público

A Operação Erga Omnes apura prática de delitos por magistrados

Publicado em 24/04/2020 - 10:18 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Uma operação deflagrada na manhã de hoje (24) cumpre 22 mandados de busca e apreensão nas residências de dois juízes estaduais do Rio de Janeiro e de endereços ligados a outros 16 alvos, como empresas e escritórios de advocacia.

A Operação Erga Omnes, do Grupo de Atuação Originária Criminal do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (Gaocrim/MPRJ) e da Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), conta com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência  (CSI/MPRJ).

Os mandados integram uma investigação sigilosa, em curso no órgão especial do Tribunal de Justiça do Estado, para apurar a prática de delitos atribuídos aos magistrados. Participam da operação 19 promotores de Justiça, três juízes da Corregedoria do TJRJ e 17 oficiais de Justiça.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias