Cai taxa de isolamento social na cidade do Rio de Janeiro

Copacabana e Botafogo são os bairros com os menores índices

Publicado em 05/05/2020 - 15:08 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Nos últimos 15 dias, a circulação de pessoas nas ruas do Rio de Janeiro aumentou e a taxa de isolamento social na cidade caiu de 79% para 74%. O índice de isolamento chegou a 85% no começo das medidas de restrição impostas para conter o contágio pelo novo coronavírus, entre 13 e 20 de março.

O levantamento foi divulgado hoje (5) pela prefeitura, com dados da parceria entre o Centro de Operações Rio (COR) com a empresa de inteligência artificial Cyberlabs. O registro é feito por meio de 400 câmeras instaladas nas ruas da cidade, que mostraram um pequeno aumento na circulação de pessoas no início desta semana.

Pelas imagens das câmeras, foi identificado 74% a menos de pessoas nas ruas, na comparação com uma segunda-feira normal, medida antes do início da quarentena imposta por causa da pandemia de covid-19. Nas duas semanas anteriores, a taxa de isolamento estava em 79% na média da cidade.

Copacabana (70%) e Botafogo (67%) são os bairros com os menores índices de isolamento. Todos os outros bairros monitorados tiveram o índice acima de 75%.

O sistema faz uma contagem automática e anônima das pessoas e identifica aglomerações em tempo real, sendo possível fazer um histórico de presença de pessoas em diferentes locais.

A curva da contaminação por covid-19 na cidade continua subindo. Segundo os dados da prefeitura, atualizados no início da noite desta segunda-feira (4), a cidade registra 7.283 casos da doença, com 670 mortos. Copacabana é o bairro com o maior número de casos, com 368, seguido de Barra da Tijuca, com 338, e Campo Grande, com 259. O maior número de mortos também foi entre residentes de Copacabana (37), seguido de Bangu (36) e Campo Grande (34).

Edição: Aline Leal

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias