Barcas que fazem ligação entre Rio e Niterói têm alterações de horário

Mudanças serão mantidas enquanto durar pandemia

Publicado em 27/06/2020 - 10:09 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A partir de hoje (27), a CCR Barcas promove alterações na grade de horário de saída das barcas nos terminais que fazem a ligação entre o Rio e a cidade de Niterói. A partir de agora, a última viagem no sentido Praça Quinze (Rio) será às 20h30 e a última em direção a Praça Arariboia (Niterói) será às 21h.

As modificações serão mantidas enquanto durarem as medidas de combate à pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Redução de viagens

A redução na grade de viagens nas barcas que fazem a travessia marítima na Baía de Guanabara, entre o Rio e Niterói, vale para os dias úteis, finais de semana e feriados. Após as 21h, somente viagens de ônibus serão  oferecidas aos passageiros entre as duas cidades.

Para suprir a demanda de passageiros, a linha 100 realizará viagens entre 21h30 e meia-noite. As partidas sairão do Terminal Rodoviário Menezes Côrtes, no centro do Rio com destino a Niterói. E, no sentido contrário, os ônibus sairão do Terminal Rodoviário João Goulart.

Das 6h às 9h da manhã, horário de pico de passageiros, as barcas sairão das duas cidades com intervalos de 30 minutos, em média.

Das 9h30 às 15h, as barcas deixarão os terminais do Rio e Niterói, com intervalos de uma hora.

E, no horário de pico da tarde, das 16 às 18h, as barcas voltam a circular a cada meia hora. A partir das 18h30, as barcas voltam a circular com intervalos de uma hora, quando a última embarcação deixará o cais da Praça XV, às 21h, com destino à cidade de Niterói.

Medidas

Para evitar aglomeração no interior das estações e nas embarcações, as roletas estão programadas para que o número de passagens disponibilizadas seja exatamente igual ao número de assentos da embarcação que deixará o terminal.

A concessionária CCR Barcas informa também que a linha que liga a Praça XV ao terminal de Charitas, em Niterói, continua suspensa, enquanto durar a pandemia.

Edição: Lílian Beraldo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
 senador Marcos Rogério (DEM-RO)
Política

Senado  ratifica o Protocolo de Nagoia no Brasil

Documento aprovado no Senado regulamenta o acesso e a repartição de benefícios dos recursos genéticos da biodiversidade. O texto segue para promulgação.

Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.