Escoteiros do estado do Rio se unem para ajudar famílias carentes

Iniciativa recebe doações em dinheiro e faz venda de rifas online

Publicado em 08/06/2020 - 13:44 Por Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil  - Rio de Janeiro

"Quem tem, doa; quem não tem, recebe” é o lema que tem orientado os voluntários de grupos escoteiros do estado do Rio de Janeiro a se juntarem para prestar auxílio a comunidades de baixa renda que sofrem os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

A ação, chamada Elos do Bem, reúne 23 grupos escoteiros da capital e do interior.  A iniciativa recebe doações em dinheiro e conta com a venda de rifas online para arrecadar fundos e ajudar famílias. Entre os locais assistidos estão os bairros de Piedade, Lins de Vasconcelos, Penha, Ilha do Governador, Bento Ribeiro, Jacarepaguá, Campo Grande, além de Mauá, Guapimirim, São Gonçalo, Petrópolis, Volta Redonda, Seropédica, Xerém e Belford Roxo. 

“O Elos é isso, é uma grande corrente”, diz uma das líderes do projeto, a advogada Ana Cristina Bastos. “O governo tem que fazer, mas acho que a sociedade civil também tem o seu papel”, defende. 

Ana Cristina explica que o grupo recebe pedidos diretamente de organizações e de famílias e que busca atender a necessidade de cada localidade. “Buscamos não só mandar, mas saber o que cada pessoa está precisando” diz. “São famílias que estão em situação muito ruim. Chegamos a lugares com dez pessoas morando em uma casa que ou compram gás ou compram comida ou pagam a luz. Estamos tentando minimizar essas questões”. 

Até o momento, de acordo com a organização do projeto, já foram distribuídas mais de 1 mil quentinhas, 500 cestas básicas, 500 máscaras, além de kits de limpeza. Asilos, creches e famílias atendidas por voluntários se encarregam da logística de transporte das doações.

Como medida de segurança, as entregas são realizadas apenas por maiores de idade. A divulgação das rifas e das ações do grupo é feita pelas redes sociais da Elos do Bem, pelo Instagram e pelo Facebook.



 

Edição: Lílian Beraldo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias