ICMBio autoriza reabertura de parques no Rio Grande do Sul

Número de visitantes deve ser até 40% da capacidade do parque

Publicado em 09/06/2020 - 15:38 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão do Ministério do Meio Ambiente, autorizou hoje (9) a reabertura da visitação pública nos parques nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral, no Rio Grande do Sul. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com a portaria, a reabertura dos parques deverá respeitar as medidas de prevenção e a retomada das atividades de turismo e atrativos naturais estabelecidos pelos respectivos estados e municípios.

As prefeituras de Cambará do Sul e Jacinto Machado se manifestaram positivamente pela reabertura dos parques. Além disso, o governo estadual publicou decretos que instituíram o Sistema de Distanciamento Controlado para prevenção e enfrentamento pandemia e indicaram a possibilidade de reabertura das áreas externas dos parques e reservas naturais, jardins botânicos e zoológicos, com público reduzido.

O número de visitantes deverá ser até o limite de 40% da sua capacidade de público, de forma que a visitação possa ocorrer respeitando-se o espaçamento mínimo de 2 metros entre as pessoas. Os dois parques também abrangem áreas no estado de Santa Catarina, mas a reabertura da visitação pública se limita aos atrativos situados no Rio Grande do Sul, já que ainda há restrições estabelecidas pelo governo catarinense.

A retomada das atividades acontecerá de forma gradual e monitorada, mediante cumprimento dos protocolos de segurança sanitária e demais normas vigentes sobre o tema. Entre as medidas que deverão ser adotadas estão o uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool gel 70%, higienização de equipamentos, limpeza e desinfecção de ambientes e objetos de uso coletivo e organização do atendimento para evitar aglomerações.

As medidas também se aplicam a todos os prestadores de serviços, agências e operadores de turismo que atuam nas unidades.

Em março deste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o governo suspendeu a visitação pública em todos os parques nacionais e demais unidades federais de conservação.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias