Justiça determina preservação de sede do DOI-Codi em São Paulo

O imóvel já é tombado pelo patrimônio histórico estadual

Publicado em 12/07/2021 - 16:40 Por Agência Brasil - São Paulo

A Justiça determinou a preservação dos elementos estruturais e arquitetônicos dos prédios que compõem as antigas instalações da sede do Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), para onde eram levados os presos durante o regime militar, na Rua Tutóia, bairro do Paraíso, na capital paulista. A ação foi movida pela Promotoria de Justiça de Direitos Humanos do Ministério Público do Estado de São Paulo. 

Segundo a decisão da Fazenda Pública, estão proibidos novos usos das dependências ou a instalação de outros serviços públicos no local. Além da conservação das estruturas físicas, ficou determinada a elaboração de um memorial.

O imóvel, que pertence à Secretaria da Segurança Pública, já é tombado pelo patrimônio histórico estadual e, com a decisão, ganha políticas públicas para a sua preservação. 

O MP-SP sugeria também a transferência da Secretaria Estadual de Cultura para o DOI-Codi, mas o pedido foi rejeitado pela Justiça. 

O Governo de São Paulo disse que se pronunciará após audiência de conciliação.

*Matéria atualizada às 16h40 do dia 13 de julho de 2021 para incluir posicionamento do governo estadual.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias