Conheça os enredos das escolas de samba de SP que desfilam hoje

Músicas exaltam a resistência negra às mulheres e aos indígenas

Publicado em 17/02/2023 - 09:19 Por Ludmilla Souza - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

No primeiro dia de desfiles das escolas de samba no Carnaval São Paulo em 2023, os amantes do samba vão ouvir enredos que exaltam a resistência negra, os indígenas, às mulheres e o próprio samba. A primeira noite do Grupo Especial acontece no Sambódromo do Anhembi nesta sexta-feira (17). 

Após o desfile das velhas-guardas de São Paulo, a primeira escola de samba a desfilar no Sambódromo do Anhembi é a Independente Tricolor. A previsão é que a escola entre na passarela do samba às 23h15 com o enredo “Samba no pé, lança na mão, isso é uma invasão!”

O samba-enredo vai ser entoado por Pê Santana e Lico Monteiro. O tema usa referências da mitologia e traça um paralelo com a realidade. Segundo a escola, o enredo é uma alusão à estratégia para vencer batalhas, partindo da vitória grega sobre os troianos, e à conquista de espaços, uma referência ao retorno da escola ao Grupo Especial em 2023.

Assinam a obra que vai embalar o desfile da Independente Tricolor os compositores Maradona, André Diniz, Evandro Bocão e Marcelo Valência.

Veja a letra completa do enredo.

Acadêmicos do Tatuapé

A segunda escola a entrar na avenida é a Acadêmicos do Tatuapé, que vai apresentar uma homenagem à cidade de Paraty, no litoral do Rio de Janeiro.

A cidade da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), da arquitetura colonial, do Caminho do Ouro, da natureza exuberante,  Patrimônio da Humanidade, da gastronomia criativa, dos caiçaras, indígenas e quilombolas é, também, do carnaval paulistano.

Com o tema Tatuapé Canta Paraty! Do Caminho do Ouro à Economia Azul. Patrimônio Mundial, Cultura e Biodiversidade. Paraty Cidade Criativa da Gastronomia, o intérprete Celsinho Mody canta o enredo dos compositores Fabiano Tennor, Henrique Silva, Magoo e Kuka Monteiro.

Veja a letra completa do samba

Barroca Zona Sul

Terceira escola a desfilar, a Barroca Zona Sul leva para a avenida o enredo Guaicurus. O tema da verde e rosa vai contar a história da tribo indígena homônima no Pantanal brasileiro.

Historicamente, os guaicurus habitaram os estados do Mato Grosso do Sul, Goiás e a região do Chaco paraguaio. O espírito guerreiro é a marca deste povo indígena.

Os compositores são Thiago Meiners, Claudio Mattos, Sukata, Morganti, Tubino, André Mattos, Thiago Savanna, Wilson Mineiro, Julio Alves, Rodrigo Alves, Silvio Ribeirinho, Fernando Negão e Pixulé, que também é o intérprete do samba.

Leia a letra completa do enredo

Unidos de Vila Maria

A Unidos de Vila Maria entra no desfile em 2023 com o samba-enredo que faz referências a desfiles antigos, ao bairro e à própria história. O samba Vila Maria. Minha Origem. Minha Essência. Minha História! Fonte de Amor Muito Além do Carnaval é assinada por Alemão do Pandeiro, Paulo Senna, Anderson Magrão e Tadeu Gomes e será interpretada por Wander Pires.

Conheça a letra completa do enredo

Rosas de Ouro

Kindala! Que o amanhã não seja só um ontem com um novo nome é assim que em 2023, a Rosas de Ouro faz coro à busca por respeito e igualdade racial. A resistência negra através dos tempos vai ser retratada em um manifesto racial no sambódromo do Anhembi.

A proposta do samba-enredo é mostrar desde a ancestralidade até os dias de hoje, e para agregar algo atual, foi inserida a frase "que o amanhã não seja só um ontem com um novo nome”, que é uma referência à música AmarElo, do Emicida. O samba tem composição de Arlindo Cruz, Fabiano Sorriso, Pedrinho Sem Braço, Paulinho Sampagode e Osmar Costa e será interpretado por Royce do Cavaco.

Veja a letra completa do enredo

Tom Maior

A Tom Maior leva para o sambódromo este ano Um Culto às Mães Pretas Ancestrais que aborda o maternar espiritual, através dos pilares: criação, ensinamento, guia, força, respeito e devoção. Os compositores que falam desse amor são Gui Cruz, Turko, Portuga, Rafa do Cavaco, Vitor Gabriel, Fabio Souza, Imperial, Junior Fionda, Willian Tadeu e Anderson. O samba-enredo será interpretado por Gilsinho.

Veja aqui o samba-enredo da Tom Maior

Gaviões da Fiel

E a escola que vai fechar o primeiro dia de desfiles, já ao amanhecer, é a Gaviões da Fiel, com o samba-enredo Em Nome do Pai, dos Filhos, dos Espíritos e dos Santos… Amém!. O enredo fala sobre a edificação da humanidade através da fé e propõe uma reflexão sobre a intolerância religiosa.

Os compositores são Araken, Fabinho do Cavaco, Armênio Poesia, Nando do Cavaco, Bruno Jaú, Maestro Jota IlhaBela, Sebastian e A. Filosofia e o intérprete é Ernesto Teixeira.

Veja aqui o samba-enredo da Gaviões da Fiel

Desfile do Grupo Especial

17 de fevereiro, sexta-feira

20h30 – Desfile das velhas-guardas de São Paulo

23h15 – Independente Tricolor

00h20 – Acadêmicos do Tatuapé

01h25 – Barroca Zona Sul

02h30 – Unidos de Vila Maria

03h35 – Rosas de Ouro

04h40 – Tom Maior

05h45 – Gaviões da Fiel

Edição: Valéria Aguiar

Últimas notícias