São Paulo terá programação cultural especial no feriado

Museus e centros culturais promoverão exposições, feiras e shows

Publicado em 08/06/2023 - 08:20 Por Agência Brasil - São Paulo

Esta será uma semana de muita programação e muito agito para quem decidir passar o feriado de Corpus Christi na capital paulista. Enquanto a Avenida Paulista voltará a receber a tradicional Parada do Orgulho LGBT, os museus e centros culturais paulistanos promoverão uma série de exposições, feiras e shows.

 

O Memorial da América Latina, por exemplo, vai sediar mais uma edição da Feira Cultural da Diversidade LGBT+. A feira contará com mais de 50 atrações artísticas e uma feirinha de arte queer, onde artistas plásticos terão a oportunidade de comercializar suas obras. Além disso, diversas organizações e instituições públicas vão participar do evento, como o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) que vai oferecer serviços de retificação de nome, por exemplo. A feira acontece nesta quinta-feira (8), das 10h até 21h. A entrada é gratuita, mas os ingressos precisam ser obtidos antecipadamente pelo site da Sympla.

Já o Museu do Futebol está aberto com uma promoção. Desde esta quarta-feira (7) até o dia 11 a entrada custará R$ 10 e crianças de até 7 anos de idade não pagam. Quem visitar o espaço poderá ver a exposição temporária Rainha de Copas, que aborda o desenvolvimento do futebol feminino às vésperas da Copa do Mundo de Futebol Feminino, que acontecerá em julho, na Austrália e Nova Zelândia.

E na frente do Museu do Futebol, na Praça Charles Miller, no Estádio do Pacaembu, acontece a Feira do Livro 2023, com debates, exposição, oficinas e uma homenagem ao Rei Pelé, que morreu no final do ano passado. O evento vai até o dia 11 e tem entrada gratuita.

O Itaú Cultural celebrará os 50 anos de carreira da cantora paraibana Cátia de França, que se apresenta no local a partir desta quinta-feira até o dia 11, em apresentações com convidados. Cátia de França é dona de um estilo único que une coco de roda, repente e rock psicodélico. Nos shows ela vai apresentar canções inéditas, como Encantaria, de autoria de Luana Flores, além dos clássicos Coito das Araras, Kukuya e 20 palavras ao redor do sol. Os ingressos podem ser reservados gratuitamente pela plataforma INTI.

E o Instituto Moreira Salles (IMS) inaugura nesta quinta-feira a exposição Fotografia Habitada, Antologia de Helena Almeida (1969-2018), primeira individual da artista portuguesa no Brasil. A mostra apresenta uma seleção de obras que têm como suporte a fotografia e o desenho que abordam temas como a interrogação dos gêneros e dos processos artísticos. No mesmo local ainda está em cartaz a exposição Evandro Teixeira, Chile, 1973, que apresenta fotografias tiradas por Teixeira durante a ditadura chilena. A entrada no IMS é gratuita. Neste domingo (11), no entanto, o instituto estará fechado por causa da Parada do Orgulho LGBT, que acontece na mesma Avenida Paulista, onde ele está localizado.

O Museu da Língua Portuguesa também funcionará normalmente durante o feriado de Corpus Christi e no dia da Parada do Orgulho LGBT+. Quem visitar o museu poderá conhecer a diversidade e a riqueza do português do Brasil. Aos sábados, a entrada no museu é gratuita.

Já a Cinemateca Brasileira promove, entre os dias 9 e 11, a Mostra de Cinema Português. A programação, gratuita, apresenta cinco filmes portugueses contemporâneos, como O Ano da Morte de Ricardo Reis, de João Botelho, uma adaptação de uma obra de José Saramago que retrata os últimos meses de Fernando Pessoa usando o heterônimo Ricardo Reis.

Edição: Fernando Fraga

Últimas notícias