Nova edição da Campus Party começa terça-feira em São Paulo

Evento terá disputa gastronômica com alimentos feitos em impressora 3D

Publicado em 22/07/2023 - 14:25 Por Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Começa na próxima terça-feira (25) e vai até o dia 30 a 15ª edição da Campus Party Brasil. Considerado a maior experiência tecnológica em internet das coisas, blockchain, games, cultura maker, educação e empreendedorismo do mundo, o evento será realizado no Pavilhão de Exposição do Distrito Anhembi, na capital paulista.

Os ingressos já estão à venda no site do evento. Os preços variam de R$ 450 a R$ 565 para ‘campuseiro’ presencial sem camping (acesso a todos os dias do evento de forma individual); ‘campuseiro’ presencial com camping (acesso a todo evento e uma barraca individual com todos os benefícios e estrutura); ‘campuseiro’ presencial com camping duplo (acesso a toda estrutura do camping, mas cada um deve adquirir seu ingresso); ‘campuseiro’ online (ingresso gratuito para assistir a todos as palestras de forma online e com certificado de participação no final do evento).'Campuseiro' é o nome dado aos participantes da Campus Party.

Esta edição a Campus Party Brasil receberá a final da competição Printer Chef, que reunirá os vencedores das edições da CPBSB5 e CPGoiás3. A Printer Chef é um campeonato gastronômico com pratos feitos com alimentos produzidos em impressora 3D. Antes do torneio, os concorrentes passam por um workshop sobre a impressão dos produtos no equipamento. Serão realizadas duas seletivas com os 16 participantes de São Paulo para definição de quem disputará a final no dia 29 de julho.

Os jurados serão Tanya O'Callaghan e Derrick Green, produtora e apresentador, respectivamente, do programa Highway to Health, o youtuber Fábio Chaves, e o vice-campeão da 2ª edição do Master Chef Brasil, Raul Lemos.

“Esta é a primeira competição gastronômica do mundo com bioimpressão de alimentos que são à base de batata, grão-de-bico, feijão, beterraba, chocolate e doce de leite. Depois, estes serão harmonizados com outros pratos por chefs de universidades de gastronomia ou de cursos profissionalizantes que disputam ali uma grande competição”, explicou o CEO da Campus Party Brasil, Tonico Novaes.

Segundo Novaes, o Printer Chef foi um sucesso nas edições realizadas em Brasília e em Goiás. “Essa iniciativa inovadora combina a tecnologia com a gastronomia, proporcionando novas experiências culinárias. Além disso, a utilização de impressoras 3D para alimentos representa uma alternativa promissora para o futuro, permitindo uma abordagem mais saudável e criativa na alimentação", acrescentou.

Novaes disse ainda que uma das novidades deste ano é o palco multiuso, com áreas que podem funcionar tanto como espaço para palestras quanto para workshops. Uma das palestrantes a ocupar o palco neste ano será Lucy Hawking, jornalista, escritora, educadora, filha do falecido físico teórico Stephen Hawking. “Ela é nossa principal convidada, e é uma honra recebê-la como presidente da Fundação Stephen Hawking, como autora de diversos livros para adolescentes e jovens sobre inteligência artificial, computação quântica, internet das coisas etc.”, afirmou.

Também está na agenda o programa Startup 360, realizado em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), cujo objetivo é possibilitar que startups iniciantes e avançadas exponham seus trabalhos. Além disso, as empresas de inovação receberão mentorias e treinamentos.

“O programa Startup 360 dá a novos empreendedores a chance de mostrar suas inovações ao mercado, além de ser uma oportunidade para que investidores conheçam negócios disruptivos e promissores. Como o empreendedorismo é uma das marcas da Campus Party, conseguimos dimensionar como está a participação das startups no mercado atual”, ressaltou Novaes.

A Campus Party terá ainda campeonato de robótica, exibição de carros autônomos, área de jogos eletrônicos, palcos de animes, com palestras de cosplays e dubladores renomados, exposição de cartoons, hackathons (competição de programação). O ‘campuseiro’ também poderá ajudar a definir como será a inteligência artificial da Campus Party.

“A grande missão da Campus Party é descobrir os talentos e dar a eles esse protagonismo. Sempre buscamos trazer grandes inovações e conseguimos isso no passado. Em 2010, fizemos um fórum dentro da Campus Party que deu origem ao Marco Civil da Internet em 2019. Outro caso de sucesso foi um hackathon com foco em digitalizar a carteira nacional de vacinação e isso gerou o ConectaSus. O que quero mostrar com isso é a potência que a Campus Party tem de entregar um legado para a sociedade”, destacou Novaes.

Edição: Nádia Franco

Últimas notícias