Primeiro-ministro pressiona Indonésia para evitar execuções de dois australianos

Publicado em 18/02/2015 - 11:31 Por Da Agência Lusa - Sydney

O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, pediu hoje (18) à Indonésia para lembrar da importante ajuda do país quando ocorreu o devastador tsunami de 2004, elevando a pressão para que Jacarta poupe dois cidadãos australianos atualmente no corredor da morte.

As autoridades indonésias confirmaram que Andrew Chan, 31 anos, e Myuran Sukumaran, 33, do chamado grupo dos nove de Bali, que fazia tráfico de heroína, estarão no próximo grupo de prisioneiros que vão enfrentar o pelotão de fuzilamento. Jacarta não revelou ainda quando as execuções serão feitas. 

Tony Abbott afirmou que continua fazendo “as mais fortes representações pessoais” ao presidente indonésio, Joko Widodo, advertindo que ficaria “tremendamente desiludido” se os seus pedidos de clemência forem ignorados.

“A Austrália deu assistência no valor de US$ 1 bilhão”, afirmou Abbott, referindo-se à ajuda concedida na sequência do tsunami que deixou 220 mil mortos em 14 países, dos quais quase 170 mil na Indonésia. “Nós enviamos um considerável contingente das nossas Forças Armadas para apoiar a Indonésia com ajuda humanitária”, destacou o primeiro-ministro, acrescentando que a Austrália está sempre disponível para ajudar a Indonésia e que espera reciprocidade neste momento.

Nessa terça-feira (17), Chan e Sukumaran tiveram um pouco de esperança, uma vez que a transferência para o estabelecimento prisional onde serão executados foi adiada. O gabinete do procurador-geral da Indonésia demonstrou que a execução não ocorrerá esta semana.

O adiamento ocorreu em resposta ao pedido da Austrália para que os dois cidadãos passassem mais tempo com seus parentes. O governo australiano argumentou, ainda, as dificuldades logísticas relacionadas com a capacidade da prisão da Ilha de Nusakambangan.

Jacarta insistiu que a execução dos australianos ocorrerá e negou os pedidos de clemência.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
sala de aula
Educação

UFRJ transfere para o dia 24 o início do período letivo remoto

Período letivo da UFRJ está suspenso desde 16 de março por causa da pandemia. Com o adiamento do início do período letivo, o término passou de 31 de outubro para 14 de novembro.

Cúpula da bomba atômica durante cerimônia para marcar o 75º aniversário do bombardeio atômico em Hiroshima.
Geral

Hiroshima: primeiro ataque com bomba atômica completa 75 anos

Hiroshima foi destruída após o primeiro ataque nuclear da história durante a Segunda Guerra Mundial. Três dias depois os Estados Unidos bombardearam Nagazaki.

.facebook
Internacional

Facebook remove postagem de Trump por desinformação sobre covid-19

Porta-voz do Facebook diz que vídeo postado inclui afirmações falsas, o que é uma violação de sua política sobre desinformações prejudiciais.

Polícia Federal genérica
Geral

PF cumpre 6 mandados de prisão contra fraudes em contratações na saúde

Alvos são empresários e agentes públicos suspeitos de fazer contratações irregulares para serviços na área da saúde. Três pessoas já foram presas, segundo a Polícia Federal.

Teste rápido de COVID-19
Internacional

Coreia do Norte: 1º caso suspeito de covid-19 teve teste inconclusivo

Se confirmado, o caso seria o primeiro oficialmente reconhecido por autoridades norte-coreanas, embora a mídia reafirme que nenhuma infecção foi relatada no país até agora.

Incêndios florestais no DF
Geral

Defesa Civil reconhece situação de emergência em municípios de MS

Medida publicada hoje em portaria no Diário Oficial da União inclui os municípios de Corumbá e Ladário. Incêndios florestais atingem algumas regiões de Mato Grosso do Sul.