José Serra diz que a eleição de Trump e o Brexit beneficiam acordo UE-Mercosul

Publicado em 23/11/2016 - 14:35 Por Da Agência Lusa - Madri

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, e a secretária de Estado de Comércio da Espanha, Maria Luísa Poncela

O  chanceler  José  Serra  e  a  secretária  de  Comércio  da  Espanha,  Maria  Luísa  PoncelaReprodução/Instagram

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, disse hoje (23), em Madri, que o “aumento da insegurança” provocada pela eleição de Donald Trump e o Brexit “deverão beneficiar” o acordo comercial entre o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a União Europeia (UE). As informações são da Agência Lusa.

A possibilidade de sucesso nas negociações UE/Mercosul têm relação direta com o Brexit e a eleição de Trump, disse Serra, em conferência de imprensa ao lado do ministro do Exterior da Espanha, Alfonso Dastis. O ministro brasileiro insistiu que os dois acontecimentos podem “prejudicar a UE”, mas “estimulam e incentivam” o acordo de livre comércio que está sendo negociado entre europeus e sul-americanos.

O Mercosul - composto por Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia e Paraguai - é o sexto mercado das exportações da UE, tendo representando 88 bilhões de euros de receitas em 2015. Por outro lado, as empresas europeias pagam mais de 4 bilhões de euros em taxas alfandegárias. Desde 1998, os dois blocos negociam, sem sucesso, um acordo de comércio livre.

José Serra iniciou na segunda-feira uma visita oficial à Espanha, com o objetivo de aprofundar as relações bilaterais, principalmente comerciais, com este país. “Espanha e Brasil são parceiros estratégicos”, disse ele, acrescentando que os dois países precisam aumentar as relações em todas as áreas, principalmente na econômica, na comercial e na cultural.

O ministro está convencido de que o Brasil “já iniciou a recuperação” econômica  e de que “aqueles que mais investirem agora serão os que mais vão se beneficiar” no futuro. “Queremos que Espanha e Portugal sejam os nossos advogados” na UE, declarou José Serra, que teve reuniões em Madri com o presidente Mariano Rajoy, com o rei Felipe VI e com o ministro Alfonso Dastis.

Na capital espanhola, Serra encerrou o seminário empresarial Invest in Brasil, organizado pela Agência de Promoção de Exportações e investimentos (Apex-Brasil) em parceria com a Icex, a agência espanhola de exportação e investimentos. Como resultado, Brasil e Espanha decidiram realizar no primeiro semestre de 2017 um fórum “de caráter empresarial, acadêmico e de alto nível, com a participação dos setores público e privado”.

O Brasil é o mercado sul-americano mais importante de Espanha, que é o segundo maior investidor estrangeiro na economia brasileira. Durante a visita, José Serra, a pedido do presidente Michel Temer, convidou oficialmente o rei da Espanha o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, para visitar o Brasil.

Últimas notícias