Shows encerram Universíade de Taipei e promovem Nápoles 2019

Publicado em 30/08/2017 - 11:46 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* - Taipei (China)

A Universiade de Taipei terminou com shows de cantores e bandas taiwanesas na noite de hoje (30). A festa no Estádio Municipal de Taipei começou por volta de 8h (horário de Brasília) e foi encerrada pelo presidente da Federação Internacional do Esporte Universitário, Oleg Matysin, que elogiou o apoio da população e do governo local à competição.

"Vocês foram graciosos e generosos. Tenho certeza de que os atletas aprenderam com os valores do esporte e com seus valores", disse Matysin, que terminou seu discurso desejando "forza" a Nápoles, cidade-sede da Universíade de 2019.

A próxima sede dos jogos mundiais universitários foi exibida em vídeo no estádio, com imagens de seus monumentos históricos, praças e paisagem mediterrânea. Na parte final da cerimônia, clássicos italianos como O Sole Mio foram interpretados por um cantor lírico, enquanto dançarinos de tarantela apresentavam uma coreografia feita especialmente para a cerimônia.

O vice-presidente de Taiwan, Chien-Jen Chen, foi o primeiro a discursar no evento após uma série de shows predominantemente de música pop e rock, incluindo sucessos norte-americanos. Ele destacou que o evento provou que Taiwan "é mais do que capaz de organizar um grande evento internacional". "Só trabalhando juntos podemos brilhar no cenário internacional", destacou.

Taiwan busca ser reconhecido internacionalmente como país independente da China, mas é considerado território chinês por Pequim. A maior parte dos países do mundo também não reconhece Taiwan.

Durante o evento, a delegação anfitriã foi chamada de Taipei Chinesa, nome que recebe em competições internacionais em que a China também participa. "Os 23 milhões de taiwaneses livres, abertos e acolhedores receberão vocês de novo", convidou o vice-presidente.

Vídeos exibidos durante a festa relembraram momentos marcantes da competição e arrancaram lágrimas dos atletas que assistiam do centro do estádio.

O tenista brasileiro Antonin Haddad, de 21 anos, disse que guardará o carinho dos taiwaneses na memória. "É indescritível a sensação de estar aqui. Foi tudo perfeito, e a gente foi muito bem recebido por esse povo que parece que ama a gente e tem amor pelo que faz".

A atleta do badminton Gabriele Cavalcante, que tem 22 anos e estuda fisioterapia, destacou que mesmo voltando para casa sem medalhas, ela evoluiu como atleta. "A número um do badminton está participando. Poder ver ela jogar engrandece a minha carreira. E, por jogar com atletas de alto nível, a gente acaba aprendendo, mesmo perdendo alguns jogos", afirmou.

O Brasil terminou a Universíade na 28ª colocação no quadro geral de medalhas, com dois ouros, quatro pratas e seis bronzes. Japão, Coreia do Sul e Taipei Chinesa foram os três países com mais ouros.

*O repórter viajou a convite da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU)

Edição: Lidia Neves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Um membro do exército libanês é visto na área do porto, danificado após uma explosão em Beirute, Líbano, em 10 de agosto de 2020
Política

Bolsonaro nomeia integrantes de delegação brasileira que vai a Beirute

Entre os integrantes da delegação estão o ex-presidente Michel Temer, os senadores Nelson Trad Filho e Luiz Pastore, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

Londrina x Criciúma
Esportes

Empates fecham primeira rodada da Série C

Boa Esporte empatou em 2 a 2 com Volta Redonda, e Londrina (Paraná) também ficou na igualdade, mas sem gols, com o Criciúma.

Rio de Janeiro - O ex-secretário municipal de Obras Alexandre Pinto é preso preventivamente pela Polícia Federal na Operação Rio 40 Graus (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Justiça

Rio: ex-secretário municipal de obras é condenado a 23 anos de prisão

Alexandre Pinto foi condenado a 23 anos de prisão por fraudes na licitação da obra da Transcarioca, via construída para Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016.

Fiocruz inaugura Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 no Rio
Saúde

Anvisa autoriza mudanças em teste da vacina de Oxford

Alteração permite a aplicação de uma dose de reforço, totalizando duas doses em vez de uma, como originalmente proposto. Medida é devida a estudos que mostram mais eficácia.

Higienização da bola antes do retorno do da Copa do Nordeste, após paralisação por conta da covid-19
Esportes

CBF anuncia novo protocolo de testes para coronavírus

Mudança acontece após primeira rodada do Brasileiro, na qual a partida entre São Paulo e Goiás foi adiada um pouco antes do início por conta de casos de coronavírus no elenco do Esmeraldino.

Fiocruz inaugura Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 no Rio
Saúde

Rio registra 28 mortes e 1.166 novos casos de covid-19 em um dia

Estado acumula mais de 180 mil casos da doença e mais de 14.108 mil mortes. São 28.909 pessoas pessoas internadas por covid-19, sendo que 11.494 em UTI.