Vice dos EUA classifica gestão de Macri como modelo para a América Latina

Publicado em 15/08/2017 - 19:41 Por Da Agência EFE - Buenos Aires

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, aperta as mãos do presidente da Argentina, Mauricio Macri, em Buenos Aires

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, aperta as mãos do presidente da Argentina, Mauricio Macri, em Buenos Aires David Fernández/EFE

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, elogiou nesta terça-feira (15) a gestão do presidente da Argentina, Mauricio Macri, e a classificou como um "modelo do futuro" para os países da América Latina. A informação é da EFE.

Em um discurso na Bolsa de Buenos Aires, Pence parabenizou o governo argentino por seu "líder exemplar" e classificou como "audazes" as reformas em andamento, que, segundo o vice-presidente americano, estão "transformando" o país.

O vice-presidente dos EUA disse que Macri derrubou as barreiras para o comércio, voltou ao mercado mundial de capitais, cortou tarifas e modernizou as normas trabalhistas na Argentina.
"Quando falamos da América Latina, a Argentina é o modelo do futuro", afirmou Pence, diante de investidores e economistas.

Após ter se reunido com Macri horas antes, o líder americano destacou que a Argentina não está sozinha nessas reformas, citando os governos do Brasil e da Colômbia. "A América Latina está indo bem, porque os cidadãos estão escolhendo o mesmo caminho que devolveu a prosperidade ao nosso país. Nunca antes na história do continente tínhamos visto um esforço tão organizado para conseguir reformas baseadas no mercado", disse Pence.

Sobre o comércio entre os Estados Unidos e a Argentina, Pence disse que todos os tratados podem ser melhorados. "Graças a Trump, não só teremos livre comércio, mas também o comércio justo. "A América Latina tem que compartilhar a cultura do empreendimento, da inovação e da transparência com os EUA para que o comércio se expanda", destacou.

Por fim, o vice-presidente americano elogiou a colaboração do governo Macri na luta contra o crime internacional e mostrou sua intenção de aumentar a troca de informações de inteligência entre os dois países.

Edição: Carolina Pimentel

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias