Sarkozy denuncia calúnias e manipulações do grupo de Kaddafi

Publicado em 22/03/2018 - 08:11 Por Da Agência EFE - Paris

O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, denunciou uma campanha de calúnias e de manipulação do grupo do antigo líder da Líbia, Muammar Kaddafi, por trás das acusações que conduziram a ser acusado de financiamento ilegal da campanha de 2007 que o conduziu à presidência.

Em uma declaração lida ontem (21) aos juízes instrutores antes de decidirem pela sua acusação, publicada hoje (22) pelo jornal Le Figaro em seu site, Sarkozy se queixou que foi acusado "sem nenhuma prova material" a partir de declarações de Kaddafi e de pessoas do seu círculo movido por um desejo de vingança.

Acima de tudo, ele insistiu que, desde que começaram essas alegações em março de 2011, quando uma coalizão internacional liderada por ele como presidente da França, lançou uma intervenção militar contra o regime de Kaddafi, "vivo o inferno desta calúnia".

E isso apesar do fato de que, em sua opinião, não há "nenhum elemento tangível" nas alegações da família Kaddafi e de seu clã.

Sarkozy diz que já "pagou muito" por este assunto, já que, segundo sua análise, foram as acusações que motivaram sua derrota, por 1,5 ponto percentual de diferença, no segundo turno das eleições presidenciais de 2012, vencidas pelo socialista François Hollande.

Seus ataques se dirigiram em particular contra o negociador de armas e intermediário Ziad Takieddine, um dos quatro acusados, que, desde novembro de 2016, confessou ter transportado entre Trípoli e Paris, 5 milhões de euros com dinheiro colocado pelo regime de Kaddafi e que diz que entregou diretamente a Sarkozy e ao seu braço direito, o ex-ministro Claude Guéant, entre o fim de 2006 e início de 2007.

Ele insistiu que Takieddine "mente" e em que este empresário, que faz parte do "grupo" de Kaddafi, não apresentou provas das reuniões que diz ter mantido com ele entre 2005 e 2011, que não existiram.

Em sua alegação diante dos instrutores, o ex-presidente francês afirmou o espírito de vingança que, em sua opinião, há após essas acusações contra ele.

"Eu fui o chefe da coalizão que destruiu o sistema de Kaddafi e paguei um forte tributo por esta campanha raramente igualada de lama, calúnias e tolices", disse.

Com a decisão de ontem, Sarkozy acumula acusações em três casos diferentes e sabe que por um deles - irregularidades nos fundos da sua campanha de 2012 - terá que sentar no banco dos réus.

* É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

(*) Matéria alterada às 8h19 para correção

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Brasília 60 Anos - Esplanada dos Ministérios
Geral

Governo prepara consulta aos 600 mil servidores federais

Pesquisa vai mapear clima organizacional nos órgãos públicos e será disponibilizada entre 21 de setembro e 12 de outubro. Participação é voluntária e totalmente sigilosa.

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Justiça

STF valida restrição para operações policiais no Rio

Pela decisão, as operações policiais no Rio de Janeiro poderão ser deflagradas somente em casos excepcionais, após justificativa enviada ao Ministério Público.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, durante aula magna sobre o tema Educação e Democracia: Perspectiva 2018, na abertura do curso da pós-graduação Lato Sensu em Democracia, Direito Eleitoral e Poder Legislativo.
Justiça

Luiz Fux defende uso de inteligência artificial no Judiciário

O magistrado argumentou que sistemas podem contribuir para substituir tarefas laboriosas, feitas por diversos servidores, gerando ganho de eficiência na análise de processos.

Edifício - sede do Banco Central do Brasil no Setor Bancário Norte
Economia

Copom reduz juros básicos da economia para 2% ao ano

Essa foi a nona redução seguida. Corte de 0,25 ponto percentual na taxa Selic, que está no menor nível da história, era esperado pelos analistas financeiros.

Lixão da Estrutural
Geral

Quase metade dos municípios ainda despeja resíduos em lixões

Conclusão faz parte do Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (ISLU), elaborado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb), com dados de 3,3 mil cidades brasileiras.

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Justiça

STF determina que governo adote medidas para proteger indígenas

Entre as medidas estão a manutenção de barreiras sanitárias para proteger os indígenas isolados da contaminação e a criação de um comitê para acompanhamento das ações durante a pandemia