Parlamento escocês vota contra acordo do Brexit firmado por May

Publicado em 05/12/2018 - 16:27 Por Da Agência EFE - Edimburgo (Reino Unido)

O parlamento autônomo da Escócia votou hoje (5) contra o acordo do Brexit firmado pela primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May. Apesar de a decisão não ser vinculativa - o governo britânico não é obrigado a seguir o resultado da votação escocesa -, a rejeição é uma prova das dificuldades que May enfrentará para fazer o acordo passar na Câmara dos Comuns a partir da próxima segunda-feira (10).

O Partido Nacionalista Escocês (SNP), que governa a região, os trabalhistas, os verdes e os liberais-democratas se opuseram ao pacto e à declaração política que o acompanha. Foram 92 votos contra o acordo, 29 a favor - todos de conservadores - e duas abstenções.

Durante o debate, que durou mais de duas horas, o ministro escocês para o Brexit e um dos defensores da rejeição ao acordo, Mike Russell, disse que, com esta decisão, a Escócia se mostra contra o pacto firmado por May e também rejeita um cenário de saída da União Europeia (UE) sem qualquer tipo de acordo.

"A única opção que não fornece uma solução para o caos atual do Brexit é a proposta da primeira-ministra", criticou Russell. Para ele, é o momento dos políticos contrários ao Brexit estudarem as opções que se abririam se a Câmara dos Comuns votar contra o acordo de May na próxima semana.

Segundo o ministro, o SNP apoiaria uma alternativa que incluísse a permanência do Reino Unido no mercado único europeu e na união aduaneira de forma prioritária. No entanto, o partido também topa a convocação de um segundo referendo sobre o Brexit ou a convocação de eleições gerais antecipadas, proposta preferida pelos trabalhistas.

Por outro lado, o Partido Conservador, liderado por May, alerta que votar contra o acordo sob a mesa aumenta as possibilidades que a saída do bloco ocorra sem nenhum tipo de consenso.

"Gostemos ou não, estamos nos aproximando desta data [a saída do UE marcada para 29 de março de 2019]. Ou saímos com a base do acordo que a primeira-ministra negociou ou saímos sem acordo, o que seria um desastre para a economia", disse o deputado conservador Adam Tomkins.

Tomkins acusou o SNP de transformar o Brexit em uma arma para a agenda de independência do partido e criticou as demais legendas que votaram contra o acordo de May na Escócia.

O deputado conservador citava o desejo do SNP de realizar um segundo referendo sobre a independência da Escócia do Reino Unido. Na região, 62% das pessoas votaram a favor de permanecer na UE. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Manifestantes carregam bandeiras nacionais durante um protesto contra o governo no centro de Beirute, Líbano, em 20 de outubro de 2019
Internacional

Procuradoria-Geral do Líbano ouve responsáveis pela segurança

O presidente libanês, Michel Aoun, considerou "o pedido de investigação internacional sobre o caso do porto uma perda de tempo" acrescentando que o Poder Judiciário do país deve ser rápido 

Geral

Deslizamento na Mangueira: 22 casas são interditadas

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, as 17 famílias afetadas pela nova interdição retiraram os pertences do local ontem e foram para casas de parentes.

Britain's Prime Minister Boris Johnson to return to work on Monday
Internacional

Premiê britânico diz que escolas precisam reabrir em setembro

“Manter nossas escolas fechadas por mais um momento do que o absolutamente necessário é socialmente intolerável, economicamente insustentável e moralmente indefensável”, afirmou Johnson.

Ministro Arthur Chioro lança a nova campanha de aleitamento materno. Participa da solenidade a madrinha da Semana Mundial de Amamentação (SMAM) de 2014, a atriz Nívea Stelmann, com sua filha (Wilson Dias/Agência Brasil)
Saúde

Especialista fala sobre dificuldades comuns no aleitamento materno

Em entrevista à Agência Brasil, a enfermeira do Banco de Leite Humano da Fiocruz, Maíra Domingues, aborda ainda questões sobre os benefícios da amamentação.

Moradores usam máscaras para se protegerem do novo coronavírus.
Saúde

Norte avança na reabertura; Sul toma medidas mais rígidas 

A Agência Brasil vem acompanhando, quinzenalmente, a execução dos planos que definem a retomada gradual das atividades econômicas dos 26 estados e do DF.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa credita saque emergencial do FGTS para nascidos em julho

Saque emergencial permite a retirada de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas no FGTS.  Nesta fase, o dinheiro pode ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem.