Surto de ebola é o mais letal da história do Congo com 283 mortos

Publicado em 10/12/2018 - 07:42 Por Agência EFE - Kinshasa

Duzentos e oitenta e três pessoas morreram por ebola no nordeste da República Democrática do Congo (RDC), o que transforma o surto no mais letal da história do país, segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério de Saúde local.

Pelo menos 235 mortes foram confirmadas em testes de laboratório e 48 restantes são prováveis, de acordo com um relatório, que inclui números atualizados até 8 de dezembro.

Vacinação contra ebola na República Democrática do Congo
Surto de ebola já matou 283 pessoas no Congo   (KENNY KATOMBE)

O número de casos se situa em 494, dos quais 446 estão confirmados e 48 são prováveis.

Esta epidemia suplanta a mais mortífera da história do Congo, que ocorreu na cidade de Yambuku, no norte do país, no fim de agosto de 1976, e que é considerada como o primeiro surto de ebola registrado no mundo.

Com uma taxa de mortalidade de quase 90%, naquela ocasião morreram 280 pessoas dos 318 casos contabilizados.

A atual epidemia é também a segunda maior do mundo em número de casos, só atrás da declarada em 2014 na África Ocidental.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Voltar ao topo da página