Avião cai no Cazaquistão e mata pelo menos 15 pessoas

Fokker 100 levava 93 passageiros e 5 tripulantes

Publicado em 27/12/2019 - 08:28 Por RTP (emissora pública de televisão de Portugal) - Cazaquistão

Um avião chocou-se hoje (27) contra um edifício de dois andares em Almaty, no Cazaquistão, provocando a morte de 15 pessoas e ferindo mais de 60. O aparelho, um Fokker 100, levava 100 pessoas e o acidente ocorreu logo após a decolagem.

Equipes de socorristas já se encontram no local prestando auxílio aos sobreviventes.

2019-12-27t104935z_1198044124_rc2m3e9ahdq1_rtrmadp_3_kazakhstan-airplane-crash
Equipes de socorro trabalham no local em que caiu o Fokker, no Cazaquistão. REUTERS/Pavel Mikheyev

No início da manhã, o avião da empresa Bek Air, número Z92100, saiu do aeroporto da cidade de Almaty com destino a Nur-Sultan. No aparelho estavam 93 passageiros e cinco tripulantes.

De acordo com o Comité de Aviação do Cazaquistão, o avião começou a perder altitude logo depois de ter levantado voo. Ele bateu em um muro e, logo depois, em um edifício de dois andares. O acidente provocou a morte de pelo menos 15 pessoas.

Logo depois do acidente vários socorristas foram ao local da tragédia para atender os sobreviventes. Na localidade da tragédia, soldados criaram um cordão de isolamento.

Em declarações ao site Tengrinews, um dos sobreviventes descreveu o ambiente dentro do avião antes do acidente. Ele disse ter ouvido “som horrível” antes de o aparelho ter começado a perder altitude. O avião começou a voar de forma inclinada, antes de perder altitude.

Os passageiros, segundo relatos, começaram a gritar e a chorar temendo pelo pior.

2019-12-27t094647z_262357060_rc2l3e9mghxm_rtrmadp_3_kazakhstan-airplane-crash
O Fokker que caiu, número UP-F1007, da Bek Air, é visto nesta foto em Almaty, Cazaquistão, no dia 8 de junho de 2018.  REUTERS /Damir Kagarmanov/Direitos Reservados

Depois de ter tido conhecimento do acidente, o governo cazaque ofereceu as condolências às famílias enlutadas e afirmou que os responsáveis “serão severamente punidos de acordo com a lei”.

O presidente Kassym-Joamrt Tokayev anunciou que o acidente vai ser alvo de uma investigação governamental. Todos os voos previstos no Cazaquistão com os aparelhos Fokker 100, da Bek Air, foram suspensos em razão da tragédia.

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias