Uruguai fecha fronteiras com a Argentina

País registrou 21 novos casos de coronavírus em 24 horas

Publicado em 17/03/2020 - 12:30 Por Marieta Cazarré - Repórter da Agência Brasil - Montevidéu

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, determinou o fechamento de todas as fronteiras, terrestre, fluvial e aérea, com a Argentina a partir da 0h de hoje (17). Os cidadãos uruguaios e os estrangeiros residentes no país poderão entrar no país. Também está autorizada a entrada de mercadorias e ajuda humanitária. O país tem hoje 29 casos de infectados pelo novo coronavírus.

A decisão foi tomada após uma videoconferência realizada ontem e que contou com a participação dos presidentes do Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Equador, Colômbia, Peru, Bolívia e Uruguai.

Os postos de fronteira terrestre entre Brasil e Uruguai também foram fechados. Eles estão nas cidades brasileiras de Santana do Livramento (fronteira com Rivera, no Uruguai), Quaraí (com Artigas), Jaguarão (com Rio Branco), Barra do Quaraí (com Bella Unión), Chuí (com Chuy) e Aceguá (com Aceguá).

Ouça na Radioagência Nacional

Lacalle Pou afirmou que conversou com o ministro da Defesa do Brasil, Fernando Azevedo e Silva, na tentativa de estabelecer algum controle nas fronteiras entre os dois países, por se tratar de fronteira seca. As fronteiras secas são aquelas onde não há um rio, lago ou oceano dividindo os dois países, apenas uma divisão simbólica no território.

Outra decisão anunciada por Lacalle Pou foi a suspensão dos voos provenientes da Europa a partir da próxima sexta-feira (20). O retorno de milhares de uruguaios está sendo analisado pelo Ministério das Relações Exteriores, que está em contato com as embaixadas para colaborar com o regresso dos cidadãos.

O presidente do Uruguai ressaltou ainda a importância de os idosos maiores de 65 anos permanecerem isolados em casa para evitar o contágio pelo Covid - 19. O Uruguai é o país mais envelhecido da América Latina, segundo relatório elaborado pelo Banco Mundial (BM) e pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) no ano de 2016.

O Uruguai, que registrou o primeiro caso de coronavírus na última sexta-feira, agora já é o terceiro país se considerados os casos de infectados em relação ao tamanho da população. Com 29 casos confirmados e uma população de 3,5 milhões de habitantes, o país tem um caso a cada 119 mil habitantes. Apenas Chile e Guiana têm, relativamente, mais casos.

O ministro da Saúde Pública do Uruguai, Daniel Salinas, afirmou que já são 29 casos confirmados da doença e que outras suspeitas estão aguardando o resultado dos exames, que são realizados pelo Laboratório de Virologia de Saúde Pública. Ainda de acordo com o ministro, todas as pessoas infectadas estão com quadros estáveis, a maioria cumprindo a quarentena domiciliar.

Salinas afirmou que o teste para detecção da doença no país leva cerca de seis horas para dar o resultado, podendo demorar mais por conta dos procedimentos de coleta da amostra, chegada ao laboratório e as etapas subsequentes, que culminam em um processo de validação.

De acordo com o ministro, em Montevidéu, há três instituições privadas que importaram equipamentos e kits de diagnóstico, e que realizam as análises de acordo com o estabelecido pelas autoridades da Administração Estadual de Serviços de Saúde. No momento, não existe esse serviço no norte do país, portanto as amostras são enviadas refrigeradas para a capital.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias