Opep+ é adiada. Arábia Saudita e Rússia discutem sobre petróleo

Preços do petróleo atingiram mínima de 18 anos em 30 de março

Publicado em 04/04/2020 - 15:46 Por Rania El Gamal e Vladimir Soldatkin e Alex Lawler (Reuters) - -

A Opep e a Rússia adiaram uma reunião prevista para segunda-feira para discutir cortes na produção de petróleo até 9 de abril, disseram fontes da Opep neste sábado, enquanto uma disputa entre Moscou e Arábia Saudita sobre quem é o culpado pela queda nos preços do petróleo se intensificou.

O adiamento ocorreu em meio à pressão do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, liderada pela Arábia Saudita, e seus aliados, um grupo conhecido como Opep+, para estabilizar urgentemente os mercados globais de petróleo.

Os preços do petróleo atingiram mínima de 18 anos em 30 de março devido a uma queda na demanda causada por isolamentos para conter o surto de coronavírus e o fracasso da Opep e outros produtores liderados pela Rússia em prorrogar um acordo sobre restrições de produção que expirou em 31 de março.

A Opep+ está agora trabalhando em um acordo para reduzir a produção de petróleo equivalente a cerca de 10% da oferta mundial, ou 10 milhões de barris por dia, no que os Estados membros esperam ser um esforço global sem precedentes, incluindo os Estados Unidos.

Washington, no entanto, ainda não se comprometeu em participar do esforço, e na sexta-feira o presidente russo, Vladimir Putin, culpou a Arábia Saudita pelo colapso dos preços - provocando uma resposta firme de Riad neste sábado.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Torcida cruzeirense, em partida Cruzeiro x Grêmio, décima oitava rodada do Brasileirão, em 08.09.2019
Esportes

Cruzeiro estreia na Série B neste sábado contra o Botafogo-SP

Raposa começa competição com seis pontos a menos que os demais clubes da segunda divisão Partida terá início às 19h (horário de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Geral

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 6,5 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy apresenta o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, Pnatrans.
Justiça

Gilmar Mendes determina soltura de Alexandre Baldy

Baldy teve a prisão temporária decretada pela primeira instância da Justiça Federal na Operação Dardanários, que apura fraudes em contratações da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro.

Chuteiras de jogadores em treino
Esportes

Agência Brasil oferece novidade para amantes de esportes

Página tem tabelas das principais competições do planeta, de modalidades como futebol, surfe, automobilismo e e-sports. Vôlei e basquete devem entrar depois, com reinício de torneios.

Geral

Ilha Grande reabre para o turismo no próximo dia 14

Município fluminense só receberá turistas com reservas em hospedagens. Hotéis, pousadas e restaurantes podem ter até 50% da capacidade ocupada.

Fachada da Caixa Econômica Federal
Economia

Caixa abre 770 agências hoje para beneficiários do auxílio emergencial

A Caixa garantiu que todas as pessoas que comparecerem às agências serão atendidas no mesmo dia. A mesma orientação é válida para o atendimento realizado de segunda a sexta-feira.