OMS diz que novo coronavírus pode se tornar endêmico

Organização Mundial da Saúde pediu "esforço enorme" para combatê-lo

Publicado em 14/05/2020 - 06:29 Por Emma Farge e Michael Shields - Repórteres da Reuters - Genebra

O novo coronavírus, que causa a doença respiratória covid-19, pode se tornar endêmico como o vírus da imunodeficiência humana (HIV, sigla em ingês), disse nessa quarta-feira(13) a Organização Mundial da Saúde (OMS), que alertou sobre qualquer tentativa de prever quanto tempo o vírus continuará circulando e pediu um "esforço enorme" para combatê-lo.

"É importante colocar isso na mesa: esse vírus pode se tornar endêmico em nossas comunidades e nunca desaparecer", disse o especialista em emergências da OMS, Mike Ryan, em entrevista online.

"Acho importante sermos realistas e não acho que alguém possa prever quando essa doença desaparecerá", acrescentou.

"Acredito que não há promessas nisso e não há datas. Essa doença pode se estabelecer como um problema longo ou não."

Ryan lembrou, no entanto, que o mundo tem algum controle sobre como lidar com a doença, embora isso exija enorme esforço, mesmo que uma vacina seja descoberta.

Mais de 100 possíveis vacinas estão sendo desenvolvidas, incluindo várias em ensaios clínicos, mas especialistas têm destacado as dificuldades de encontrar vacinas eficazes contra o novo coronavírus.

Ryan observou que existem vacinas para outras doenças, como sarampo, que não foram eliminadas.

"A trajetória está em nossas mãos, é assunto de todos e devemos contribuir para acabar com essa pandemia", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Ryan disse ser necessário um “controle muito significativo" do vírus para diminuir a avaliação de risco, que, segundo ele, permanece alta nos "níveis nacional, regional e global".

Governos do mundo todo estão em dificuldade com a questão de como reabrir suas economias enquanto ainda existe o vírus, que infectou quase 4,3 milhões de pessoas, segundo contagem da Reuters, e deixou mais de 291 mil mortos.

A União Europeia pressionou, nessa quarta-feira, pela reabertura gradual das fronteiras dentro do bloco, que foram fechadas pela pandemia, dizendo que não é tarde demais para salvar parte da temporada turística de verão e manter as pessoas em segurança.

Especialistas em saúde pública afirmam que é necessária extrema cautela para evitar novos surtos. Ryan disse que abrir fronteiras terrestres é menos arriscado do que facilitar as viagens aéreas.

"Precisamos estabelecer a mentalidade de que levará algum tempo para sair dessa pandemia", disse a epidemiologista da OMS Maria van Kerkhove.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Aeroporto Internacional de Guarulhos; coronavírus COVID-19; Guarulhos
Política

Bolsonaro sanciona projeto de lei que prevê auxílio ao setor aéreo

O projeto de lei é originário da MP nº 925/2020, que permitiu às empresas aéreas terem mais tempo para reembolsarem passageiros que cancelarem seus voos.

athletico x coritiba
Esportes

Athletico vira nos acréscimos sobre Coritiba e é tri no Paranaense

Vitória, de virada no finalzinho, por 2 a 1 dá ao Furacão o nono título estadual sobre o maior rival. Este é o 26º título da equipe, o terceiro consecutivo.

fórmula e
Esportes

Volta da Fórmula E tem campanha contra discriminação e show lusitano

Piloto português Félix da Costa vence primeira de seis corridas que encerram a atual temporada da categoria.

Violência doméstica violência contra a mulher
Geral

SP: boletins eletrônicos de violência doméstica chegam a 5,5 mil

Número representa cerca de 20% do total de boletins deste tipo de crime elaborados no período. Registro eletrônico de violência doméstica começou em 3 de abril.

Palácio do Planalto
Política

Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas

O Projeto de Lei Complementar 9/2020 autoriza a extinção de créditos tributários devidos pelas micro e pequenas empresas integrantes do Simples Nacional.

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

Número de mortes por covid-19 cai 7% em uma semana

Segundo o Ministério da Saúde, houve redução de óbitos em 15 estados, entre eles Roraima, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba e Pernambuco.