Pavilhão brasileiro na Expo 2020 oferece refresco ao calor de Dubai

Brasil está entre os 190 países que expõem na feira internacional

Publicado em 01/10/2021 - 12:36 Por Vitor Abdala – Enviado especial* - Brasília

Composto por um imenso espelho d'água sob uma estrutura de aço e lona branca, com música e sons da natureza, o Pavilhão do Brasil na Expo 2020 ofereceu refresco para quem buscava refúgio ao calor impiedoso de Dubai.

Centenas de pessoas tiraram seus calçados e entraram no imenso lago, com profundidade suficiente apenas para molhar a parte baixa da canela.

Alguns arregaçaram as bainhas de suas calças e vestidos. Outros, nem isso: encararam a água e saíram, satisfeitas, com as roupas molhadas.

Expo Dubai 2020 é aberta com pavilhões de mais de 190 países.
Pavilhão brasileiro refrescou o público que visita a Expo 2020, em Dubai - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Como um Piscinão de Ramos no meio da aridez da Expo 2020, o lago brasileiro em Dubai é democrático. Aceita de crianças - que pulam, correm e até mergulham - a adultos com as sisudas vestimentas árabes.

"Achei o pavilhão muito animado. E, nesse calor, colocar o pé na água é muito refrescante", contou a brasileira Marlene Delaquis, que viajou com o marido suíço para Dubai especialmente para o evento.

Segundo o diretor do pavilhão do Brasil, Raphael Nascimento, o espaço foi pensado para ser um local de reflexão, tranquilidade e brincadeira.

“Espero que as crianças, principalmente, entrem no espelho d’água e se divirtam curtindo os sons do Brasil. À noite, o pavilhão se converte numa enorme tela de projeção. Cento e vinte e cinco projetores de alta definição vão converter o pavilhão em uma viagem pelo Brasil. Vamos convidar os visitantes para percorrerem nossos patrimônios históricos, nossas indústrias, nosso agro e tudo que o Brasil tem a oferecer pro mundo”.

*O repórter e o fotógrafo Marcelo Camargo viajaram a convite da Apex-Brasil

Edição: Denise Griesinger

Últimas notícias
Palácio do Supremo Tribunal Federal na Praça dos Três poderes em Brasília
Justiça

Ministra do STF libera execução das emendas do relator

A decisão foi tomada após o Congresso aprovar, na semana passada, resolução para cumprir parte da decisão de dar publicidade ao processo de destinação dos recursos.