Embaixada dos EUA na Argentina opera normalmente após ameaça de bomba

Mídia local também citou possível artefato na representação de Israel

Publicado em 18/10/2023 - 15:08 Por Anna-Cat Brigida – repórter da Reuters - Buenos Aires

A embaixada dos Estados Unidos em Buenos Aires disse que está operando normalmente nesta quarta-feira (18), depois que a mídia argentina relatou que o local foi esvaziado devido a uma suposta ameaça de bomba.

Segundo os jornais Clarín e La Nación, as embaixadas dos Estados Unidos e de Israel foram esvaziadas após duas ameaças de bomba recebidas por e-mail, e esquadrões antibomba foram enviados aos locais.

Por volta das 11h, as autoridades disseram que uma primeira busca em uma das embaixadas teve resultado negativo, informou o La Nación.

Por volta do meio-dia, a embaixada dos EUA afirmou que não havia "nenhuma ameaça crível".

“Mais policiais argentinos foram temporariamente estacionados do lado de fora da embaixada devido a acontecimentos mundiais”, disse um porta-voz da embaixada.

As supostas ameaças de bomba ocorreram em meio a uma escalada da guerra entre Israel e o Hamas, e no momento em que o presidente dos EUA, Joe Biden, estava em Israel para prestar solidariedade na luta do país contra o Hamas.

É proibida a reprodução deste conteúdo

Últimas notícias
O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, durante cerimônia de posse do diretor-geral da PF, na sede da corporação, em Brasília.
Justiça

AGU pede ao STF apuração de posts com divulgação de decisões de Moraes

O jornalista Michael Shellenberger divulgou na rede social X decisões sigilosas de Alexandre de Moraes. Para AGU, há suspeita de interferência no andamento dos processos e violação do sigilo dos documentos.