Falta de combustível ameaça ajuda alimentar da ONU para Gaza

Produtos essenciais estão se esgotando rapidamente

Publicado em 27/10/2023 - 09:02 Por Alvise Armellini - Repórter da Reuters* - Roma

A agência de alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU) disse nesta sexta-feira (27) que a "grave escassez de combustível" pode forçá-la a interromper o fornecimento de ajuda alimentar de emergência a milhares de famílias deslocadas na Faixa de Gaza, sitiada por Israel.

"Apenas duas de nossas padarias contratadas têm combustível para produzir pão no momento e amanhã pode não haver nenhuma", disse o representante do Programa Mundial de Alimentos (PMA) Samer Abdeljaber.

"Isso seria um golpe terrível para milhares de famílias que vivem em abrigos e que dependem das entregas diárias de pão", acrescentou ele em comunicado.

A agência, sediada em Roma, disse que fornece suprimentos diários de pão, em média, para 200 mil pessoas em abrigos, mas esse número caiu para 150 mil na quarta-feira (25) devido à falta de combustível.

A agência também afirmou que "os produtos alimentícios essenciais estão se esgotando rapidamente nas lojas de Gaza", pois elas não conseguem reabastecer "devido a estradas danificadas, preocupações com a segurança e falta de combustível".

Nessa quinta-feira, a chefe do PMA, Cindy McCain, disse à Reuters que a "burocracia insana" na passagem de Rafah, do Egito para Gaza, está reduzindo o fluxo de ajuda humanitária a um "pingo".

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias