Eduardo Campos fará falta à política nacional, diz Aécio

Publicado em 13/08/2014 - 19:24 Por Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência

Aécio Neves diz que tem tenho uma admiração por Eduardo Campos que não terminará com sua morte trágicaMarcelo Camargo/Agência Brasil

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, lamentou hoje (13) a morte do também candidato Eduardo Campos em acidente de avião na cidade de Santos (SP). Em pronunciamento em seu comitê de campanha, na capital paulista, Aécio disse que Campos fará falta à política nacional e que hoje é um dia de imensa tristeza para todos que acreditam na boa política.

“Eduardo era uma dos maiores representantes da boa política. Essa tristeza é muito maior para aqueles que conviveram com Eduardo. E eu convivi por mais de 20 anos. E tenho por ele uma admiração que não terminará com sua morte trágica. Convivemos muito durante vários momentos importantes da vida nacional, fomos governadores de estado e Eduardo fará uma falta imensa na política nacional”, disse, ao lado de correligionários.

Aécio ressaltou que, logo que soube do acidente, quando estava chegando em Natal, no Rio Grande do Norte, pensou na família de Campos e na sua familia. “Ainda sem informações definitivas, me veio à mente a lembrança da Renata [esposa de Campos], dos filhos. Meu pensamento, da Letícia [esposa de Aécio] e de toda minha família é voltada para eles. Ele tinha uma família extraordinária, alegre, feliz e coesa”, disse.

O candidato do PSDB informou que cancelou toda a sua agenda de candidato e que não há data para a definição de novos compromissos. “Infelizmente é uma perda que dói fundo no coração de todos nós. Eduardo sempre foi um homem valoroso, um homem público especial, um grande amigo”.

“Guardarei com muito carinho a última mensagem que recebi do Eduardo domingo agora, Dia dos Pais. Logo cedo, ele foi um dos primeiros a mandar a mensagem, ele e a Renata, cumprimentando-me pela chegada do Bernando, do meu filho, em casa, desejando que ele pudesse estar com saúde e força, continuar sua caminhada”, lembrou.

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Câmara aprova MP amplia uso de assinatura eletrônica

Objetivo da MP é facilitar o uso de documento assinados digitalmente para ampliar o acesso a serviços públicos digitais. Texto segue para o Senado.

la bombonera, estádio do boca juniors
Esportes

Equipes do futebol argentino voltam a treinos presenciais

Após paralisação de cinco meses causada pela pandemia de coronavírus, 16 das 25 equipes da primeira divisão do país sul-americano retornaram às atividades presenciais.

Programa de Incentivo à Cabotagem, BR do Mar,
Geral

Programa de incentivo marítimo BR do Mar é entregue ao Congresso

O governo entregou hoje o projeto de lei BR do Mar - iniciativa que visa expandir o tráfego marítimo de mercadorias em todo o território nacional.

 

cruzeiro guarani
Esportes

Série B: Cruzeiro vence Guarani por 3 a 2 fora de casa

Segunda rodada também teve triunfos de Juventude, Paraná e Botafogo SP, além do empate entre Brasil de Pelotas e Ponte Preta.

Mega-Sena, loterias, lotéricas
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 12,5 milhões

A quina teve 16 acertadores e cada um vai receber R$ 81.484,20. Os 1.545 ganhadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 1.205,49.

 Esculturas de musas na fachada do prédio da sede do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, zona norte da cidade
Geral

Alerj autoriza repasse de verbas para obras no Museu Nacional

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro autorizou o repasse de verbas complementares para a reconstrução do Museu Nacional, destruído por um incêndio em 2018.