Discurso protecionista de Trump preocupa, mas relações não mudam, diz ministro

Publicado em 09/11/2016 - 15:29 Por Isabela Vieira – Repórter da Agência Brasil - Brasília

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, admitiu hoje (9) que o discurso protecionista do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump “é uma preocupação”. No entanto, na mesma linha das declarações do presidente Michel Temer, o ministro avaliou que as relações entre o Brasil e os norte-americanos não devem se alterar. Mais cedo, o presidente Temer enviou um telegrama ao presidente eleito dos EUA.

“As relações entre o Brasil e os Estados Unidos não devem mudar, são históricas, são de longa data e queremos crer que não deverá ter grandes alterações”, afirmou Pereira, após evento na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Segundo o ministro, passada a eleição norte-americana, é hora de “aguardar observando”, as medidas e o tom do novo mandatário.

Os Estados Unidos são o segundo maior parceiro comercial do Brasil e recebem 20% das exportações brasileiras, atrás da China, que é o principal destino de produtos brasileiros. As exportações para o mercado americano no ano passado atingiram US$ 24,2 bilhões, majoritariamente formadas por manufaturados, que responderam por 63,7% desse valor.

Preocupado com esse montante, Marcos Pereira, no entanto, afirmou que as declarações de Trump causam alguma apreensão. “Essa é uma preocupação, sim. Ele [Trump] debateu muito esse tema, se manifestou várias e reiteradas vezes sobre o assunto”, disse.

Pereira destacou que o interesse no tema é global e que o protecionismo permanece como uma das principais discussões nos fóruns econômicos, como o G-20 – grupo formado pelas 19 maiores economias mundo mais a União Europeia e que se encontrou na China, em setembro.

“O aumento do protecionismo que está se vendo em alguns países nos últimos tempos é um tema que está sendo discutido na OMC [Organização Mundial do Comércio], nos Brics e no G-20. Com essa posição do presidente eleito nos EUA, [o assunto] deverá ganhar mais relevância nas discussões nos organismos internacionais”, disse. “Esse não é um mérito dos Estados Unidos.”

Ainda sobre as exportações e acordo bilaterais, o ministro afirmou que as negociações foram suspensas, mas disse acreditar que serão retomadas do mesmo ponto. “A pedido do governo norte-americano colocamos o assunto em stand by para aguardar as eleições, o que é normal, mas, no nível técnico, as negociações serão mantidas, porque os negociadores são funcionários de carreira, lá e aqui”, disse. “Esperamos avançar, não retroceder”, acrescentou.

Segundo a imprensa internacional, para ganhar as eleições, Trump defendeu uma guerra comercial com a China, sobretaxando importações em até 45% e suspendendo acordos comerciais. Os analistas daquele país questionaram a estratégia, alegando que não favoreciam a economia norte-americana, eram apenas declarações “populistas” para convencer o eleitorado.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, apresenta a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe).
Justiça

Preso pela PF, Baldy pede licença de cargo de secretário

Em nota, governo estadual destaca competência e postura idônea de Alexandre Baldy e informa que o secretário executivo Paulo Galli comandará temporariamente a pasta.