Doria diz que fórum de governadores deverá ter “convergência”

Encontro está previsto para esta terça-feira em Brasilia

Publicado em 10/06/2019 - 13:33 Por Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, disse hoje (10) que deve haver mais “convergência” do que “divergência” sobre a proposta de reforma da Previdência na 5ª Reunião do Fórum de Governadores, prevista para amanhã (11) em Brasília.

“A maioria dos governadores apoia a reforma da Previdência e também a manutenção de estados e municípios na proposta original do ministro [da Economia] Paulo Guedes”, afirmou Doria, após participar da abertura do 8º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria.

O governador eleito de São Paulo, João Doria, fala à imprensa no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo.
O governador de São Paulo, João Doria - Wilson Dias/Arquivo/Agência Brasil

Para Doria, o encontro deve fechar uma posição que talvez não envolva todos os governadores, mas certamente terá ampla maioria. “A busca é pela convergência, pelo entendimento. E está muito próximo de chegarmos a esse patamar com uma maioria expressiva", afirmou Doria.

Carta

Na semana passada, a divulgação antecipada de uma carta pública do fórum desagradou a alguns governadores de estados da Região Nordeste.

O documento ressalta a importância de os estados serem garantidos no texto por causa do déficit nos regimes de aposentadoria e pensão de seus servidores. Apesar da assinatura de sete dos nove chefes do Executivo da região, eles negam que tenham dado o “de acordo” ao documento.

A reação veio no mesmo dia, por meio de outra carta, assinada por todos os governadores do Nordeste. Nela, além do ponto comum que estava na carta do Fórum, eles apontaram pontos específicos que querem ver retirados da proposta, como as mudanças no Benefício de Prestação Continua (BPC) e nas aposentadorias rurais. Eles questionaram também a desconstitucionalização da Previdência e o sistema de capitalização, no qual se baseia o regime de aposentadorias proposto.

Vazamentos

Doria também pediu cautela em relação às mensagens que teriam sido trocadas por membros da força-tarefa da Operação Lava Jato publicadas pelo site The Intercept. “É cedo ainda para avaliar. Primeiro temos que certificar e não precipitar manifestações, nem decisões, muito menos juízo. Este é o momento de ter um pouco de cautela até termos informações mais concretas antes de fazer qualquer avaliação”, enfatizou o governador.

Segundo a reportagem do Intercept, as mensagens trocadas por meio de um aplicativo de conversas por celular foram entregues por uma fonte que pediu sigilo e apontam para uma “colaboração proibida” entre o então juiz federal e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, que era responsável pelo julgamento de processos da Lava Jato em Curitiba, e os procuradores, a quem cabia acusar os suspeitos de integrar o esquema de corrupção.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
sala de aula
Educação

UFRJ transfere para o dia 24 o início do período letivo remoto

Período letivo da UFRJ está suspenso desde 16 de março por causa da pandemia. Com o adiamento do início do período letivo, o término passou de 31 de outubro para 14 de novembro.

Cúpula da bomba atômica durante cerimônia para marcar o 75º aniversário do bombardeio atômico em Hiroshima.
Geral

Hiroshima: primeiro ataque com bomba atômica completa 75 anos

Hiroshima foi destruída após o primeiro ataque nuclear da história durante a Segunda Guerra Mundial. Três dias depois os Estados Unidos bombardearam Nagazaki.

.facebook
Internacional

Facebook remove postagem de Trump por desinformação sobre covid-19

Porta-voz do Facebook diz que vídeo postado inclui afirmações falsas, o que é uma violação de sua política sobre desinformações prejudiciais.

Polícia Federal genérica
Geral

PF cumpre 6 mandados de prisão contra fraudes em contratações na saúde

Alvos são empresários e agentes públicos suspeitos de fazer contratações irregulares para serviços na área da saúde. Três pessoas já foram presas, segundo a Polícia Federal.

Teste rápido de COVID-19
Internacional

Coreia do Norte: 1º caso suspeito de covid-19 teve teste inconclusivo

Se confirmado, o caso seria o primeiro oficialmente reconhecido por autoridades norte-coreanas, embora a mídia reafirme que nenhuma infecção foi relatada no país até agora.

Incêndios florestais no DF
Geral

Defesa Civil reconhece situação de emergência em municípios de MS

Medida publicada hoje em portaria no Diário Oficial da União inclui os municípios de Corumbá e Ladário. Incêndios florestais atingem algumas regiões de Mato Grosso do Sul.