Bolsonaro diz que controles governamentais impediram compra de Covaxin

Ele falou em Porto Alegre, depois de motociata com apoiadores

Publicado em 10/07/2021 - 14:35 Por Agência Brasil - Rio de Janeiro

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (10) que a compra da vacina indiana Covaxin, do laboratório Bharat Biotech, foi suspensa devido a controles governamentais. A afirmação foi feita durante discurso em Porto Alegre, depois de motociata com apoiadores na região metropolitana da capital gaúcha.

“Dois anos e meio sem corrupção. Querem agora imputar um crime a mim de corrupção, onde uma dose sequer foi comprada da vacina”, disse o presidente. “Porque temos filtro, temos controle”.

No fim de junho, o Ministério da Saúde suspendeu temporariamente o contrato de compra da vacina indiana, por orientação da Controladoria-Geral da União (CGU), dias depois de depoimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia dados pelo deputado Luís Miranda (DEM-DF) e de seu irmão, chefe de importação do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda.

O chefe de importação do ministério relatou pressões atípicas para a contratação da Covaxin e problemas no processo de importação, como a tentativa inicial de pagamento adiantado e o uso de uma empresa que não estava listada no contrato.

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias