Eduardo Paes anuncia cancelamento do carnaval em julho no Rio

Carnaval do estado já havia sido adiado para julho pelo governador

Publicado em 21/01/2021 - 19:03 Por Tatiana Alves - Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro não terá carnaval de meio de ano. Foi o que garantiu o prefeito Eduardo Paes, em postagem feita nesta quinta-feira (21), em suas redes sociais. Segundo Paes, é impossível preparar a festa em meio ao cenário de pandemia, mesmo com a vacinação contra a Covid-19 em andamento. Ele argumentou que, devido à grande mobilização que a preparação da festa exige, fica inviável ajeitar tudo até a data. Uma lei sancionada pelo governador em exercício, Cláudio Castro, na semana passada, criou o carnaval fora de época no estado, no mês de julho, mas sem definir a data.

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), condicionou a realização dos desfiles das agremiações do grupo especial à vacinação contra a Covid-19. Ma agora, em nota, a Liga manifestou apoio à decisão do prefeito, tendo em vista a escalada nos registros de casos da doença e o quadro de incertezas quanto aos prazos de vacinação.

Já a Associação Independente dos Blocos de Carnaval de Rua do Rio (Sebastiana) expressou incerteza em relação à lei que criou o carnaval fora de época. Mas recebeu com alívio a decisão de Eduardo Paes, de não realizar a festa na cidade, como explica a presidente da entidade, Rita Fernandes. “A decisão do prefeito é acertada e vem ao encontro do posicionamento em que a Sebastiana já havia anunciado anteriormente. Não é possível realizar nada de carnaval na rua. O retorno dos blocos às ruas só podem se dar quando houver a vacina, imunização de toda a população, condição essa que assegura a segurança de todo mundo. Embora a gente saiba que há uma legião de trabalhadores da cadeia produtiva do carnaval que vão ser afetados com essa decisão, a cidade não tem condições de organizar e financiar a estrutura que seria necessária para um evento desse tamanho”.


Mesmo sem a festa em 2021, o carnaval em julho está garantido na capital fluminense para os próximos anos. A lei sancionada pelo governador interino Cláudio Castro tem caráter permanente. O objetivo, segundo ele, é estimular o turismo e a economia do estado no período de férias de meio de ano.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Covid: hospital reúne cartas afetivas para pacientes e profissionais

Envio pode ser feito de todo o Brasil, por e-mail, para o Hospital Universitário de Brasília. Mensagens incentivam equipes e tornam internação de infectados menos solitária.

Baixar arquivo
Geral

Às vésperas dos 85 anos, museu relembra trajetória da Nacional do Rio

A poucos meses de completar 85 anos, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro está ganhando uma homenagem a altura da sua importância histórica.

Baixar arquivo
Saúde

AM: Vigilância em Saúde alerta para risco de doenças devido às cheias

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas alerta para o risco de transmissão de doenças, e faz um alerta: a população deve ficar atenta durante a limpeza das residências, para a presença de animais peçonhentos.

Baixar arquivo
Segurança

Formulário que avalia risco para mulher que sofre violência vira lei

Documento precisará ser aplicado preferencialmente pela Polícia Civil. Entre as questões a serem respondidas  estão se a vítima está grávida; se o agressor tem acesso a armas e faz uso de drogas ou álcool; e se os filhos já presenciaram as agressões.

Baixar arquivo
Cultura

Inhotim reabre as portas após mais de um ano sem funcionar

Para a reabertura, medidas de segurança foram reforçadas, como ter apenas 10% da ocupação total, no máximo 500 visitantes e funcionamento somente de sexta a domingo. O ingresso deve ser adquirido de forma antecipada no site do museu.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde anuncia ampliação de contrato com Butantan

Serão 30 milhões de doses a mais da CoronaVac para entrega no segundo semestre. Até agora, o acordo previa 100 milhões de unidades do imunizante produzido pelo instituto paulista.

Baixar arquivo