Iphan pretende retomar a recuperação do Cais do Valongo (RJ)

Publicado em 13/02/2023 - 20:09 Por Carolina Pessoa - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Uma situação que já dura anos pode estar próxima de ser resolvida. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan, anunciou que pretende retomar a recuperação do Cais do Valongo, situado no Rio de Janeiro.

Cais do Valongo foi o principal ponto de desembarque e comércio de pessoas negras escravizadas nas Américas e desde 2017 é patrimônio da humanidade pela Unesco. Mas está em situação de abandono e vem sendo constantemente ameaçado por enchentes, como a que atingiu a cidade do Rio na última semana. Outros problemas são a iluminação e a disponibilidade de informações para os turistas.

O Iphan apresentou um conjunto de propostas para a preservação e valorização do Sítio Arqueológico, entre elas a retomada do Comitê Gestor Participativo do Sítio, extinto em 2019. O grupo era composto por representantes de organizações afro-brasileiras e órgãos e instituições envolvidos na conservação do sítio e tinha a responsabilidade de dirigir e planejar a gestão e valorização do Cais do Valongo.

​Outra medida proposta pelo Iphan é a implantação do Centro de Referência da Celebração da Herança Africana, um centro de acolhimento turístico e espaço de reflexão sobre a importância do legado do povo afrodescendente na cultura das Américas. 

O Iphan planeja, ainda, desenvolver o Projeto Educativo Sítio Arqueológico Cais do Valongo, dirigido a crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas, com o objetivo de difundir o valor do local.

O antropólogo Milton Guran, um dos responsáveis pelo dossiê entregue à Unesco na época da candidatura a patrimônio, destaca a importância desta medida.

Ele também reforça a importância que o local tem para o turismo brasileiro.

O Cais do Valongo funcionou até 1831, ano em que foi proibido o tráfico de africanos escravizados. Calcula-se que entre 500 mil e 1 milhão de negros desembarcaram no local. Os vestígios do antigo Cais foram revelados em 2011, durante as escavações arqueológicas para a implementação do projeto Porto Maravilha.

 

 

Edição: Roberto Piza / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Saúde

Campanha de vacinação: 22% do público-alvo tomou vacina contra gripe

A meta é vacinar 75,8 milhões de pessoas. Mas até agora foram vacinadas 14,4 milhões. 

 

Baixar arquivo
Geral

Apoiadores de Bolsonaro fazem ato público no Rio de Janeiro

Os discursos de aliados do ex-presidente misturaram política e religião, em favor de Bolsonaro, do dono da rede social X, Elon Musk, e da liberdade de expressão.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil registra paciente com cólera em Salvador

O caso autóctone da doença – que teve origem no local onde ocorreu o diagnóstico - foi confirmado pelo Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Política

PEC do Quinquênio deve ser analisada no plenário do Senado nesta terça

A proposta de Emenda à Constituição estabelece um adicional por tempo de serviço para magistrados, integrantes do Ministério Público, advogados públicos, delegados da Polícia Federal e outras carreiras.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mulheres vão às ruas pelo direito ao parto humanizado

Na marcha, mulheres reivindicam o direito de escolha na hora do parto e o direito ao atendimento por enfermeiras obstétricas.

Baixar arquivo
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo